Transtornos Psicóticos e a Dependência Química

sintomas-dependente-quimico
Os transtornos psicóticos apresentam sintomas popularmente como delírios e alucinações e podem estar associados à dependência química. Conheça os transtornos psicóticos!

 

Transtornos Psicóticos e a Dependência QuímicaOs transtornos psicóticos apresentam sintomas popularmente conhecidos como sinais da loucura tais como os delírios e as alucinações. A esquizofrenia é um exemplo de quadro psicótico.
A maconha pode adiantar o surgimento de esquizofrenia e psicoses. Recomendamos o artigo:
Os sintomas delirantes são sintomas psicóticos indicativos de alteração do juízo de realidade. Podem ser de conteúdo variado, por exemplo, delírio de perseguição, no qual um indivíduo que mora no interior do Brasil acredita estar sendo perseguido por policiais russos ou um delírio de grandeza quando uma dona de casa, acreditando ser a dona das agências de banco da sua cidade, age de acordo com sua crença, senta-se na mesa do gerente de uma agência, passando a dar ordens aos funcionários.
 
As alucinações são percepções de sensações inexistentes, tais como ver pessoas que outras pessoas não estão vendo (alucinações visuais) ou escutar vozes que dialogam entre si e falam mal do indivíduo, às vezes, dando ordens que o indivíduo poderá executar sem pensar nas consequências (alucinações auditivas).
 
Os usuários e os dependentes de drogas são mais vulneráveis a apresentarem sintomatologia psicótica, geralmente de forma transitória, associada ao uso de substâncias psicoativas. Quanto maior a gravidade do padrão de uso e o tipo de droga utilizada, como os estimulantes, (cocaína e crack) e os alucinógenos, (LSD e chás de determinadas plantas e fungos), maior a frequência de sintomas psicóticos.
 
Atualmente, a maconha está bastante associada a surtos psicóticos em pessoas sem histórico anterior. O abuso e dependência de crack, álcool e outras substâncias psicoativas também é maior entre aqueles que desenvolveram quadros psicóticos crônicos, como a esquizofrenia, previamente à iniciação no uso de drogas.
 

Como lidar com um dependente químico?

 
Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.
 
Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. 
Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. Mais informações >>
 

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. Mais informações >>

Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco:
sossobriedade@gmail.com

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *