Tensão emocional – A força devastadora do ser


Não é difícil encontrar pessoas em toda parte com desajustes emocionais. Quase sempre não caminham, mas arrastam-se em um corpo sofrido, fruto de tensões emocionais que doem no fundo da alma. Essas pessoas não dialogam, mas fomentam a queixa de si mesmas, dos outros e das coisas. Uma lamentação eterna que envenena a alma. Saiba mais…

psicologiA



TENSÃO EMOCIONAL

A força devastadora do ser


Insegurança, conflitos íntimos, frustrações, tristeza, desânimo, cólera, inconformidade e todos os tipos de sentimentos negativos, dilaceram sutilmente o corpo físico. Esta força devastadora no campo dos pensamentos, sentimentos e emoções acabam por se alastrar, não só pelo corpo físico, mas pelo ambiente ao redor deste corpo, como o câncer, como um vírus.
É necessário compreender a existência de Deus e praticar os seus ensinamentos, independente da religião preservar o corpo, a alma e o espírito contra estes desequilíbrios.
Aceitar a vida como ela é sem ilusões ou distorções e procurar melhorá-la constantemente com paciência, dia após dia é o primeiro passo.
Aprender a estimar as pessoas como elas são, sem esperar delas mudanças por conveniência, aplicar o trabalho e o progresso com dedicação, apreciar o repouso e o entretenimento para revigorar o ânimo e as energias e servir ao próximo sempre, pois fazer o bem é a vacina para a alma e para o espírito.
Desfazer-se do lado das situações negativas e de ambientes desfavoráveis, mantendo-se do lado de pessoas positivas, de bem e de situações e ambientes agradáveis e saudáveis.
Jamais cultivar ressentimentos, mágoas, rancores ou qualquer sentimento dessa natureza, de maneira que não adoeças e o passar do tempo não lhe surpreenda.
Em vez de complicar as coisas criando complexas teorias e opiniões que possam torna-lhe uma pessoa rígida, intolerante e inflexível, simplifique a vida eliminando o que é desnecessário, valorizando o que é belo e eterno, acrescentando uma boa dose de alegria nos pequenos detalhes que passam despercebidos.
Admita e aprenda com os fracassos, como lição proveitosa para o crescimento, para o amadurecimento, em vez de optar pela lamentação e a autopiedade.
Incentive as pessoas, valorize o que elas tem de bom, de esperança a elas e não as reprima de maneira tirana. Busca o entendimento e a harmonia através da atração pela simpatia.
UM GRANDE ABRAÇO A TODOS!
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *