Sintomas de recaída – Preocupação com os outros

drogas
Quando paramos de nos preocupar com a nossa recuperação e começamos a nos preocupar com a sobriedade dos outros é um sinal de que estamos desfocando a atenção do objetivo principal, a nossa própria vida.
            Muitas vezes isto é comum, principalmente quando estamos vivendo algum tipo de tensão emocional, frustrações e problemas que todo ser humano vivencia, mas acreditamos sermos a única pessoa a viver estas situações. Assim torna-se cada vez mais difícil olhar para nós mesmos e enfrentarmos a realidade, e encontramos como saída, viver a recuperação dos outros, fazemos críticas e pré-julgamentos a respeito dos outros, acreditando que somos superiores e que estamos com a nossa recuperação em dia.
            Avaliar o comportamento do outro é sempre mais fácil e uma maneira de não olharmos para nós mesmos, é mais confortável enxergar as dificuldades e faltas do outro do que as nossas próprias dificuldades e faltas. Este tipo de comportamento é uma maneira de fugirmos da realidade, se esconder atrás do outro, por isso que é tão perigoso e um fator agravante no processo de recaída.
            A auto – análise sincera e honesta é fundamental na nossa recuperação e deve ser diária, é o inventário pessoal, que aprendemos a praticar nos 12 Passos e que deve ser praticado sempre. Faz parte da manutenção da linguagem de recuperação. Avaliar nossas falhas, equívocos, cuidar dos nossos pensamentos e sentimentos, cuidar da nossa saúde emocional e espiritual é fundamental para a nossa recuperação e por fim, deixar os outros cuidarem das suas próprias vidas, não cabe a nós vivermos e cuidarmos da recuperação dos outros.
“VIVA E DEIXE VIVER”.

Autor: Rodrigo Longo
UM GRANDE ABRAÇO A TODOS!
Referência Bibliográfica:
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *