Sintomas de recaída – Memória e estresse

drogas
·        Dificuldade em lembrar coisas
O descontrole emocional, já mencionado na fase anterior, pode provocar a ansiedade e a angústia durante o processo de recaída e causar problemas de memória e dificuldade em aprender novas informações.
Nesta fase, a concentração e o foco se perdem gradativamente e não conseguimos mais dar continuidade em nada que tínhamos iniciado como trabalho, estudos, relacionamentos, etc.
·        Dificuldade em lidar com o estresse
Outro fator que deve ser considerado na manutenção da sobriedade é a dificuldade em lidar com o estresse. Entende-se por estresse “a soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos (estressores) e que permitem ao indivíduo superar determinadas exigências do meio ambiente, assim como para manter a sobriedade e a recuperação”.
Assim, pode-se dizer que o estresse faz parte do dia-dia de qualquer pessoa, e para conseguir manter uma vida saudável, física e emocionalmente, é preciso enfrentar a pressão gerada pelo estresse. É condição básica para manter a sobriedade e a qualidade de vida.
A capacidade de adaptar-se a situações adversas e estressoras garantirá a continuidade do processo de recuperação. É a flexibilidade emocional (resiliência) que pode garantir que o estresse não se torne motivo de recaída.
Todos os sintomas já citados anteriormente podem estar associados ao estresse, sendo decorrentes ou desencadeadores do mesmo e devem ser considerados com cuidado.

Muitas vezes, durante o processo de recaída não conseguimos reconhecer os sinais do estresse e quando se reconhece tem muita dificuldade em lidar com ele. Esta dificuldade também pode levar ao descontrole emocional e afetar a saúde física e levar a recaída.
UM GRANDE ABRAÇO A TODOS!
Referência bibliográfica:

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *