Saiba a diferença entre o uso ocasional, abuso e dependência de álcool e drogas!

alcoolismo
O uso ocasional de álcool e drogas é a porta de entrada para uma pessoa tornar-se dependente química. Veja qual é a diferença entre o uso ocasional, abuso e dependência de álcool e drogas!


Saiba a diferença entre o uso ocasional, abuso e dependência de álcool e drogas!

 

Saiba a diferença entre o uso ocasional, abuso e dependência de álcool e drogas!Tem gente que usa de vez em quando: Uso ocasional

O uso de algumas drogas, dependendo do tipo de droga, de quantas vezes, quantidade e da situação, pode não ter efeitos na vida pessoal, no trabalho ou na saúde da pessoa.
 
Por exemplo, algumas pessoas que fazem uso do álcool:
 
· Bebem apenas em ocasiões especiais e com responsabilidade (em baixas quantidades);
· Intercalam bebidas alcoólicas com bebidas não alcoólicas;
· Fazem uma refeição antes de beber;
· Bebem devagar e moderadamente.
 
Esse modo de uso pode não causar problemas. Entretanto, se com o passar do tempo o consumo acontecer muitas vezes e em grandes quantidades, pode se tornar abusivo.
 
Vale ressaltar que , quando se trata de drogas ilícitas, qualquer tipo de consumo deve ser evitado, pois no mínimo a pessoa terá problemas com a lei.
 
Definir o limite entre o uso ocasional e o abuso não é fácil. Existem pessoas que frequentemente exageram na dose, o que pode ocasionar brigas na família, faltas ao trabalho ou à escola/faculdade por causa de uma ressaca, entre outras dificuldades.
 
Resumindo, quando a pessoa começa a sofrer danos e ter prejuízos nas áreas da sua vida, pode estar iniciando o abuso.
 

Tem gente que usa demais e muitas vezes: Abuso

 
Quando alguém usa muitas vezes e em grandes quantidades algum tipo de droga e isso começa a prejudicar sua saúde e vida pessoal, dizemos que a pessoa está fazendo uso abusivo de drogas.
 
Que tipo de prejuízos pessoais e sociais a pessoa pode ter devido ao uso de drogas?
 
· Problemas de relacionamento com os familiares;
· Faltar a compromissos porque estava sob o efeito da droga ou de ressaca (Exemplo: faltar à aula ou ao trabalho);
· Problemas de saúde causados pelo hábito de beber ou usar outras drogas;
· Problemas no ambiente de trabalho, na escola ou faculdade por baixa produtividade e envolvimento em acidentes, uma vez que tanto o álcool quanto as outras drogas podem alterar o raciocínio, diminuir a concentração e os reflexos, a memória e a motivação para a realização das tarefas do dia a dia;
· Mudança de humor, agressividade, tristeza e falta de interesse, que dificultam as relações profissionais, com familiares, amigos e vizinhos;
· Atos de violência dentro e fora de casa;
· Problemas com a Justiça.
 
Se a pessoa não for orientada e tratada, é possível que o uso abusivo de drogas traga cada vez mais prejuízos e evolua para dependência.
 

Tem gente que não consegue ficar sem usar: Dependência de Álcool e drogas

 
A pessoa é considerada dependente quando tem dificuldade de parar ou diminuir o uso de drogas por decisão própria, mesmo querendo parar e, muitas vezes, percebendo os problemas relacionados ao uso.
 
Para essas pessoas, o álcool e a droga assume uma importância tão grande que as faz deixar de lado atividades que antes lhe eram prazerosas. Isso pode ocorrer com o uso prolongado de bebidas alcoólicas, cigarro, maconha, cocaína, crack, medicamentos para controlar a ansiedade ou para emagrecer, entre outros.
Sobre medicamentos para controlar a ansiedade ou para emagrecer, leia os artigos:
 
 
Uma característica comum em dependentes de álcool e drogas é a “fissura”, que é a vontade incontrolável que a pessoa sente de usar álcool e drogas com frequência.
 

Qual o risco de desenvolver dependência?

 
Isso varia de uma droga para outra. A cocaína, o crack e o tabaco são exemplos de drogas que apresentam grande potencial de desenvolver dependência no usuário e, no caso o crack, isso pode acontecer em muito pouco tempo.
 
Porém não é apenas a característica da droga que leva a pessoa a ficar dependente. Existem outros fatores que também contribuem para o desenvolvimento da dependência. Geralmente, vários deles ocorrem ao mesmo tempo para o estabelecimento do quadro de dependência química.
 
Alguns destes fatores são a falta de projeto de vida, a baixa autoestima, as vantagens e de usar drogas, o desejo de pertencer a um grupo (grupos de fácil acesso), a falta de confiança em si mesmo, a situação familiar, fatores hereditários e predisposição ao uso, a quantidade usada, entre outros.
 
Para saber mais sobre os fatores de risco para a dependência química, recomendamos o artigo:
 
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. 

Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Mais informações >>

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. 

Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 
 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco:
sossobriedade@gmail.com


Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *