O que é Psicologia Reversa? – SOS Sobriedade

A psicologia reversa acontece quando alguém tenta obter algum resultado positivo através de uma sugestão negativa. Saiba mais sobre a Psicologia Reversa!

O que é Psicologia Reversa?O que é Psicologia Reversa?

Você provavelmente está familiarizado com a psicologia reversa: quando tentamos convencer alguém a fazer algo, dizendo-lhe para fazer o contrário.

A Psicologia Reversa é o ato de contrariar a acusação, afirmação (ou o que quer que seja) que alguém fala tentando fazer a pessoa cair no assunto.

 

Como Assim?

O que é Psicologia Reversa?


Se eu te dissesse: “Não Continue Lendo!” certamente você ficaria com mais vontade de ler. E se já leu até aqui, então minha estratégia foi boa…

Isso é a psicologia reversa!

Psicologia reversa é a psicologia do paradoxo, segundo a qual você tenta obter um resultado positivo através de uma sugestão negativa ou vice-versa.

Exemplo de Psicologia Reversa Convencional


Ronaldo, meu filho, você percebeu que a sala ta com um canto meio escuro?
Mãe, aquele canto sempre foi meio escurinho. (o filho contraria e desafia a memória da mãe nesse caso)

Ah tem certeza?

Tenho.

Mas e aquele último quadrado de chocolate que estava no armário? Cadê ele? (a mãe tem outra dúvida)

Meu pai comeu. (aqui o filho joga a culpa no pai porque usar muito a Reversão pode resultar numa sobrecarga do cérebro da mãe que congela)

Mas eu perguntei pra ele e ele falou que não foi ele.

Olha, eu não fui. Ou ele ta mentindo ou você que comeu. (aqui o filho age espertamente, ele afirma algo e antes da mãe pensar que pode ser mentira, ele da outras duas informações que invertem o pensamento da mãe. Das duas a uma, se a mãe tem memória boa ela culpa o marido, se ela tem memória ruim se culpa)

Em determinadas pessoas uma sentença assim ao invés de derrubá-las no seu ideal, seria o incentivo necessário para continuar tentando a todo e qualquer custo. Você diz para ela desistir porque não vai conseguir. Isso geraria uma espécie de “resposta desabafo” em forma de atitude. Ao ouvir essa sentença desanimadora a pessoa conclui: “pois eu vou mostrar a todos que eu consigo!”. E realmente acaba conseguindo mesmo…

Nós usamos isso no dia-a-dia na vida dos outros e nem percebemos. Recebemos constantemente psicologia reversa em nossas vidas, e com efeito, e também nem percebemos.

Para o caso de desvendamento de crimes a coisa já exige ampla experiência profissional. Mas é muito usado, por exemplo, tirando um acusado da cena do crime e pondo outra pessoa inocente no lugar dele, exatamente para que o acusado “entre no jogo” e comece a falar. Daí, para o acusado entrar em contradições e acabar confessando o crime é um pulo…



Psicologia Reversa Esquizofrenética


A Psicologia Reversa pode evoluir para o que chamamos de Psicologia Reversa Esquizofrenética que é quando você começa a contestar sua própria constestação tentando confundir a pessoa. Há também a Psicologia Reversa Primária que é normalmente usada por alunos do ensino fundamental para tentar ir beber água mais de uma vez em 30 min falando coisas do tipo “eu posso não não não ir beber água?”(onde a professora fala não e toma um coice).

Exemplo de Psicologia Reversa Esquizofrenética


Isso é o que acontece com você após esquecer que lado você escolheu numa conversa reversal ezquizofrenética.

–> CUIDADO! É difícil acompanhar a linha de raciocínio aqui. Portanto escolha um lado e procure ficar nele!<–

Bom aqui estou eu (ou até talvez não) Freud tentando completar essa redação. Mas será mesmo que eu vou completá-la ou melhor. Será que eu preciso completar?

Esse sistema de avaliação pede uma redação mas, e se eu não fizer?

Bom vou ser rejeitado não é? ou sera que vou ser aceito?

A essa altura você deve estar achando que sou maluco.
Mas e se eu for maluco e quiser passar no vestibular?

Talvez eu só esteja querendo confundir você mas, na verdade, não sou maluco
Afinal eu não estou tentando te confundir, eu sou só maluco

Mas você sabe que apesar de tudo eu estou bêbado não é?

Ou não.

Isso são algumas das frases da redação que Dr. Freud fez para o vestibular. Você pode perceber então o estilo reversal que ele adotou e o poder que ele teve. O problema é que a não ser que você esteja usando a psicologia reversa esquizofrenética com gente piradinha da cabeça, a pessoa vai te ignorar ou te xingar.

Concluindo:

Para testar um pouco mais de psicologia reversa!

VOCÊ NÃO IRÁ CLICAR NO LINK ABAIXO:

Você não vai clicar AQUI!

NÃO CLIQUE NO LINK DE MANEIRA NENHUMA.


COM CERTEZA VOCÊ NÃO IRÁ CLICAR DEPOIS DE TER LIDO O ARTIGO!


Se você não clicou no link, Parabéns! SABIAMOS QUE VOCÊ NÃO IRIA CLICAR!
Se clicou no link nos diga: Ainda está vivo? Seu estomago ainda funciona? Vai ficar traumatizado? Como você está se sentindo?



Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também




Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *