O que é depressão e quais as suas causas? – SOS Sobriedade

A depressão é uma doença grave e que muitas vezes é confundida com tristeza, mas são duas coisas bem diferentes, principalmente quanto as suas consequências. Saiba o que é depressão e quais as suas causas!

O que é depressão e quais as suas causas?

O que é depressão e quais as suas causas?Quando a mudança de humor, juntamente com outros sintomas, dura mais de um par de semanas, a condição pode ser depressão clínica.

Depressão clínica é um sério problema de saúde que afeta a pessoa, mental e fisicamente. Para além de sentimentos, ele pode mudar o comportamento, comprometer a saúde física (baixa imunidade), a aparência (auto estima), o rendimento acadêmico/escolar, a atividade social (lazer e ralacionamentos) e a capacidade de lidar com pressões e decisões cotidianas.

Para saber mais detalhes sobre os sintomas da depressão recomendamos dois artigos, um com 17 questões que podem indicar os sintomas da depressão, o outro apresenta 9 sintomas e um teste para saber se é “tristeza ou depressão”.


O que causa a depressão clínica?


Não sabemos ainda as causas da depressão, mas não parecem ser fatores biológicos e emocionais que podem aumentar a probabilidade de que um indivíduo venha a desenvolver um transtorno depressivo.

A investigação ao longo da última década sugere fortemente uma ligação genética para transtornos depressivos; depressão pode ser “herdada” em famílias. Certas experiências de vida e padrões pessoais, tais como a dificuldade em assimilar/responder ao estresse, baixa auto-estima, ou extremo pessimismo sobre o futuro pode aumentar as chances de se tornar uma pessoa deprimida.

A depressão é comum?


Depressão clínica é muito mais comum do que muita gente pensa. Irá afetar mais de 19 milhões de americanos este ano.

Um quarto de todas as mulheres e um oitavo de todos os homens virão a sofrer pelo menos um episódio ou ocorrência de depressão durante suas vidas. A Depressão afeta pessoas de todas as idades, mas é menos comum em adolescentes do que em adultos. Aproximadamente três a cinco por cento da população adolescente vive experiências de depressão clínica a cada ano. Isso significa que entre 25 amigos do adolescente, 1 pode ser clinicamente deprimido.

É grave?


A depressão pode ser muito grave!

Tem sido relacionado a um pior desempenho escolar, absentismo, alcoolismo e abuso de drogas, fuga, e sentimentos de inutilidade e desesperança. Nos últimos 25 anos, a taxa de suicídio entre adolescentes e adultos jovens tem aumentado dramaticamente. O suicídio é muitas vezes ligado à depressão.

Transtornos depressivos são todos iguais?


Existem várias formas ou tipos de depressão.

Algumas pessoas experimentam apenas um episódio de depressão em toda a sua vida, mas muitos têm várias recidivas. Alguns episódios depressivos começam derepente sem razão aparente, enquanto outros podem ser associados a uma situação de vida ou estresse. 

Às vezes as pessoas que estão deprimidas não podem executar até mesmo as mais simples atividades cotidianas, como sair da cama ou se vestir, outros até desempenham suas funções, mas é claro que não estão agindo ou pensando como de costume. Algumas pessoas sofrem de transtorno bipolar em que o seu ciclo de humor oscila entre dois extremos, desde as profundezas do desespero frenético para falar ou agir ou grandiosas idéias sobre a sua própria competência.

A depressão tem tratamento?


Sim, a depressão é tratável. Entre 80 e 90 por cento das pessoas com depressão, mesmo as formas mais graves, podem ser ajudadas.

Há uma variedade de medicamentos antidepressivos e de psicoterapias que podem ser utilizadas para o tratamento de transtornos depressivos. Algumas pessoas com formas mais leves podem responder bem com psicoterapia isolada. 

Pessoas com depressão moderada a grave na maioria das vezes se beneficiam de antidepressivos. Atualmente existe consenso quanto ao tratamento combinado: medicações para aliviar relativamente rápido os sintomas e psicoterapia para aprender maneiram mais eficazes para lidar com os problemas da vida, incluindo a depressão.

O passo mais importante para superar a depressão, e, por vezes, mais difícil, é pedir ajuda.



Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também



Fontes: http://adroga.casadia.org/depressao/porque-pessoa-deprimida-nao-pede-ajuda.htm


Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *