Meditando as nossas emoções – Superando as emoções negativas!

Se olharmos para a nossa vida vemos que somos como um rio ora turbulento, ora calmo, e que no decorrer dos nossos percursos sinuosos pela vida, carregamos incontáveis pedaços de felicidade e infelicidade. Mas como domar esse rio? Como manter um fluxo constante sem sermos sabotados por nós mesmos e nossas emoções negativas e descontroladas?

Tweet

Meditando as nossas emoções – Superandos as emoções negativas

O que é emoção?

A palavra emoção vem do verbo latim “emovere” que significa mover. Assim a palavra emoção pode ser entendida como todo sentimento que faz a mente entrar em movimento. Estes pensamentos podem ser positivos, neutros ou negativos.

As emoções aparecem em um contexto de ações e pensamentos que e dificilmente estão isolados dos outros aspectos da experiência. Segundo o budismo, a emoção é aquilo que move a mente e faz com que ela adote determinada perspectiva, uma certa visão das coisas.

emocoes negativas

Mas como distinguir as nossas emoções, como lidar com elas a fim de usá-las ao nosso favor e não sermos arrastados pelas consequências de nossas ações descontroladas?

Como já citamos no texto sobre a “Confusão Mental – A prisão do Ego”, em que Sócrates, filósofo grego da antiguidade, diz “conhece-te a ti mesmo” e nos convida à autoanálise reflexiva de nosso ser, nossos pensamentos, sentimentos e emoções. Assim, a forma mais simples de estabelecer distinções entre as nossas emoções consiste em examinar o que motivou determinada emoção, qual a atividade mental ocorrente e o seu objetivo e quais os resultados, frutos dessas atividades psíquicas.

Se uma determinada emoção nos dá a sensação de paz interior e nos ajuda a buscarmos o bem comum, ela é positiva, se ela destrói a nossa serenidade, perturba, causa angústia e aflição e interfere no bem comum desestabilizando o ambiente, então esta emoção é negativa e perturbadora.

tipos de emoções

O resultado ou as consequências destas emoções são bem simples, o bem ou o sofrimento. A nossa paz ou o nosso sofrimento são frutos do nosso empenho em fazer o bem a nós e aos outros, através dos nossos atos, pensamentos, sentimentos e emoções.

Há emoções que nos fazem crescer e emoções que nos fazem definhar, cabe a nós compreendermos melhor e separarmos qual é edificante e o que é destruidora.

A compreensão das atividades mentais que levam ao bem-estar próprio e as que são nocivas são essenciais para a saúde emocional.

Emoções negativas

Segundo o budismo a emoção negativa é toda aquela que gera sofrimento para nós e para os que estão ao nosso redor. Assim, quando alimentamos emoções negativas já estamos sofrendo as consequências, que é o próprio sofrimento e estamos causando o sofrimento alheio. Por exemplo, quando deixamos ser levados pelo ciúme, o resultado só pode ser um: não temos mas um instante de paz e criamos um inferno para nós e para os outros. Assim, a nossa reação diante de qualquer emoção negativa não pode ser abafá-la o reprimi-la, mas compreender os motivos desencadeadores dessa emoção e porque ela não surtiu nenhum efeito positivo.

psicologia e emoções

O processo de compreensão mental e reflexão da emoção evita que a pessoa exteriorize por meio de ações e comportamentos a emoção predominante. No momento que a pessoa se dedica a refletir, ela não tem como produzir efeitos positivos ou negativos sobre essa emoção, o que permitirá que ela compreenda que deve ficar atenta quanto ao processo repetitivo dos sofrimentos causados pelas emoções negativas e entenderá que toda vez que alimentar estas emoções o resultado não será favorável e causará sofrimento.

Características das emoções negativas

Estado mental perturbado e confuso;

Aflição e angústia;

Sentimentos negativos como ódio, ciúme, inveja, etc;

Obsessão e compulsão;

Sensação de mal-estar;

Distorção da realidade;

Incapacidade de análise e julgamento;

Egocentrismo;

Egoísmo;

Apego demasiado aos sentimentos, coisas e pessoas;

Consequências sempre negativas que causam dor e sofrimento.

Características das emoções positivas

Lucidez e precisão de raciocínio;

Desprendimento de opiniões e verdades absolutas;

Maior entendimento da realidade;

Desapego aos sentimentos e coisas que nos dão a sensação de bem-estar e liberdade;

Harmonia com o ambiente interior e exterior;

Paz de espírito;

Sensação de bem-estar;

Alegria;

Mente aberta;

Serenidade;

Benevolência e empatia.

por Rodrigo Longo

Tweet

Veja Também!

Confusão mental – A prisão do ego

Desintoxicando-se dos pensamentos, sentimentos e emoções venenosas

Tortura Psicológica – O que é e como interfere na nossa vida?

Dependência emocional – Muletas psicológicas

Dieta e Saúde – Problemas emocionais X Emagrecimento

Dados do Artigo:

Meditando as nossas emoções – Superando as emoções negativas!
Saúde Emocional

Como distinguir as nossas emoções, como lidar com elas a fim de usá-las ao nosso favor e não sermos arrastados pelas consequências de nossas ações descontroladas? Saiba mais!

Fonte:
http://budavirtual.com/author/budavirtual/

Share