Internação Involuntária para Dependentes Químicos

Geralmente, a pessoa que identifica em si mesmo um problema de saúde é também a que busca pelo tratamento. Mas e quando essa pessoa está impossibilitada de procurar ajuda, é certo deixar que um parente tome essa decisão por ela?

No caso de qualquer doença (principalmente uma doença cardiovascular ou neurológica), qualquer um diria que sim, a família pode ajudar. Mas e quando estamos falando da dependência química, uma condição que afeta uma boa parcela dos brasileiros?

Pois é. Segundo especialistas no assunto, a internação involuntária para dependentes químicos se torna a única opção em alguns casos – e você já vai entender o porquê.

Vamos lá. A dependência química é uma doença que afeta indivíduos que consomem substâncias psicoativas em excesso – como álcool, crack, maconha, metanfetamina, cocaína e outros.

Todos esses componentes, quando usados com frequência, são capazes de alterar os fenômenos fisiológicos, cognitivos, psicológicos e comportamentais do indivíduo. Sendo assim, é geralmente quando ele está mais afetado por tais substâncias que irá negar a necessidade de tratamento.

A internação involuntária para dependentes químicos é feita a partir do pedido de terceiros – principalmente dos familiares ou amigos mais próximos do indivíduo. O pedido deve ser redigido por escrito e reconhecido por um médico psiquiatra.

A lei determina ainda que em até 72 horas, o Ministério Público deve ser informado sobre a internação do paciente e sobre as razões que justificam a mesma (o que é feito para evitar que a internação seja utilizada como uma espécie de ‘cárcere privado’ do indivíduo).

Atualmente, a Clínica de Recuperação Grupo Casoto oferece três tipos de tratamentos: a internação compulsória (solicitada por um juiz após testamento médico), a internação voluntária (procurada pelo próprio paciente) e a internação involuntária para dependentes químicos (geralmente solicitada pela família ou amigos mais próximos).

Sendo assim, se você conhece alguém que já não apresenta domínio completo sobre a sua condição física, mental e/ou psicológica, esse pode ser o momento de indicá-la para a internação involuntária para dependentes químicos. É claro que tomar essa decisão nunca é simples, porém, saiba que você poderá contar com todo o auxílio da Clínica de Recuperação Grupo Casoto.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *