Conheça 15 sintomas de um dependente químico!

sintomas-dependente-quimico
O dependente químico pode apresentar uma série de sintomas que indicam o uso abusivo de drogas. Conheça 15 sintomas de um dependente químico!


1 – DESONESTIDADE: 


Começa com mentiras nas pequenas coisas, trabalho com amigos em casa. Depois vêm as mentiras maiores como dar desculpas para não fazer o que deve ou para o que não deve. terminar com desonestidade consigo mesmo.
 
 
 

2 – DESCONTROLE FINANCEIRO: 

 
Todo o dinheiro que ganha se acaba rapidamente e não consegue se justificar para o próximo, inventa desculpas e mentiras, entra em crise financeira, culpa pessoas, patrão, governo, família e não admite que perdeu no uso.
 

3 – PEQUENOS FURTOS: 

 
Em alguns casos principalmente o de dependência de drogas, o individuo faz pequenos furtos na rua, ou até mesmo dentro de sua casa.
 

4 – VENDA DE OBJETOS PESSOAIS: 

 
É normal dependente de drogas, vender ou trocar suas roupas e objetos pessoais para sustentação de seu vício.
 

5 – IMPACIÊNCIA: 

 
Exigir demais dos outros e de si, querer tudo para já, traçar metas que não pode alcançar com esforço normal e no tempo normal; concentrar-se só em problemas que ainda não estão completamente resolvidos, na falta da droga ou do álcool entra e desespero, levando a cometer atos impensáveis.
 

6 – INTOLERÂNCIA: 

 
 Discutir e disputar pequenos e ridículos pontos de vista achando ser dono da verdade. tendo as respostas para sí e para os outros, querer que todos aceitem as suas vontades.
 

7 – INDISCIPLINA: 

 
Não atender á horários, não cumprir com compromissos, relaxar com sua vida pessoal, não aceitar conselhos, não se importar mais com que os outros pensam ou falam, não dar satisfação dos lugares que frequenta ou com quais pessoas se relaciona. o importante mesmo é a droga e o álcool.
 

8 – DEPRESSÃO: 

 
Medos e desesperos inexplicáveis e irracionais perde o vínculo familiar, só se sente bem em companhia de outros alcoólatras e drogados ou quando esta sob o efeito da substância.
 
Para saber mais sobre depressão, recomendamos o artigo:
 

9 – FRUSTAÇÃO: 

 
Alimenta desencanto com as pessoas e coisas, pois almeja sonhos e objetivos impossíveis de se alcançar.
 

10 – EUFORIA: 

 
Sabendo que terá a possibilidade de fazer o uso não se inquieta, cria situações das mais absurdas para sair e usar.
 

11 – EXAUSTÃO: 

 
Devido á má alimentação, poucas horas de sono e excessivo consumo de álcool ou drogas, fica cansado, sem motivação, preguiçoso e irresponsável.
 

12 – TROCA DE DEPENDÊNCIA: 

 
Substituir álcool ou drogas por tranquilizantes, ou tóxicos por álcool é mera troca de dependência, é uma trapaça consigo mesmo. É a maneira usada para enganar as outras pessoas.
 

13 – AUTO PIEDADE: 

 
Julgar suas falhas de forma benevolente, justificando-se sempre. Lamentar-se: porque as coisas só acontecem comigo? Ninguém dá valor ao que faço? Buscar desculpas no fato de ser dependente.
 

14 – PRETENÇÃO: 

 
Após um tratamento de recuperação achar que está curado, perde o medo do álcool ou das drogas. Qualquer um pode recair menos ele mesmo. Volta a frequentar lugares de ativa para provar aos outros que não tem problemas. Vale o mesmo para quem acha que já sabe tudo sobre alcoolismo ou toxicomania.
 

15 – AUSÊNCIA AOS GRUPOS: 

 
 Todas as recaídas contam a história do abandono ou pouca frequência a grupos de apoio. a troca de experiência é vital para fortalecer a vontade de relembrar fracassos e evitá-los. Não se deve sentir tédio no programa porque a recaída custaria caro demais.


Busque ajuda!

 
Muitas vezes, devido ao consumo do álcool e/ou droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação. 
 
Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em unidades de saúde, conversas com um profissional e pessoas de referência na sua comunidade, adesão a grupos de ajuda e cursos.

Dependência Química:Como lidar?


Para lidar com um dependente químico, primeiro é preciso conhecer a doença, os sintomas de abstinência, a prevenção de recaídas e as questões psíquicas e emocionais que envolvem a dependência química.

 
A família é parte importante na recuperação do dependente químico!

 


Busque informações corretas sobre as drogas, pois os filhos deixam de acreditar no que os pais dizem quando percebem que as informações repassadas não correspondem à realidade.
 
Aqui você encontra alguns cursos completos sobre como lidar com a dependência química, e assim poder ajudar o dependente químico. Vale a pena fazer!
 
Conheça os cursos sobre a Dependência de Cocaína, Crack, Álcool e Maconha!
COMECE AGORA!
 
Curso – Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?

O curso “Dependência de Cocaína e Crack: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Curso de fácil compreensão. Textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 
Mais informações >>
 

Curso Dependência de Álcool: como lidar?Curso Dependência de Álcool: como lidar?

É direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos. Desenvolvido com linguagem rápida e de fácil compreensão. Leituras de textos, vídeo aula, vídeos sobre o tema, textos complementares e questionários. 


Dependência de Maconha: como lidar?Dependência de Maconha: como lidar?
O curso “Dependência de Maconha: como lidar?” é direcionado ao público geral, desde profissionais da área da saúde, educação a pais de dependentes químicos ou a quem esteja interessado em expandir seus conhecimentos e aprender informações atuais e práticas sobre a dependência de maconha. 

Curso - Como Lidar com Adolescentes

Curso – Como lidar com adolescentes!

Conheça conceitos relacionados à adolescência, assim como as principais características físicas, psicológicas e cognitivas dos adolescentes. Faça o curso “Como lidar com adolescentes”!
Mais informações >>

 


 

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco:
sossobriedade@gmail.com



Fonte: http://alcooledrogas.no.comunidades.net/index.php?pagina=1925772123


Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *