Como deixar de fumar maconha

A maconha, assim como qualquer droga, pode desestabilizar todas as áreas da vida da pessoa, como a estrutura familiar, social,profissional, mental, física, emocional e espiritual. Veja algumas dicas importantes para você se livrar o uso da maconha! 




Primeiro Método: Parando sem Rodeios


1 – Jogue fora tudo o que envolver a maconha.

 Você provavelmente não se sentirá tentado ao livrar-se daquilo que pode lhe fazer voltar a fumar.
de lixo discreto, primeiro.)

2 – Deixe clara a sua decisão para os que o apoiam. 


Conte à família e amigos confiáveis sobre sua decisão, e peça para que o ajudem a largar o vício. Eles provavelmente ficarão bastante animados em colaborar.
Isto é especialmente importante se quiser permanecer próximo a pessoas que são fumantes ativos. Diga que não deseja que eles deixem de fumar, mas que você não se sentirá bem caso tentem forçá-lo a manter o vício. Pense seriamente se a pessoa que quer fazê-lo continuar a fumar é realmente importante em sua vida e se ele/ela respeita suas escolhas.


3 – Prepare-se para a abstinência. 


O bom é que isso é temporário: a abstinência de maconha começa 1 dia após a desistência, atingindo seu pico após 2 ou 3 dias e sumindo após 1 ou 2 semanas. O ruim é que existem sintomas. Talvez você não passe por nenhum deles, mas talvez passe por todos. O importante é ter um plano e lugar para passar por isso. Indicaremos algumas sugestões para amenizar alguns sintomas comuns:

Insônia: Evite o consumo de cafeína durante os primeiros dias. Durma ao primeiro sinal de sono ou cansaço durante a noite.

Falta de apetite: Você pode se sentir nauseado no início. Tente comer alimentos leves e de fácil digestão: bananas, arroz, torradas, aveia e maçãs.

Irritabilidade: Você terá alterações de humor durante a abstinência, alternando entre pura raiva e tristeza absoluta em questão de minutos. Planeje-se para isso antes da hora. Quando acontecer, acalme-se e permaneça consciente da situação. Diga para si mesmo que “A culpa não é minha e nem do que estou fazendo. É apenas a abstinência.” Repita quantas vezes for necessário.

Ansiedade: O nervosismo é um sintoma comum da abstinência de qualquer droga. Quando tiver tempo livre, feche os olhos, respire profundamente e lembre-se que o que está sentindo é temporário.


4- Encontre uma atividade substituta.


Ao invés de usar drogas, dedique seu tempo livre a um esporte ou hobby. Tente fazer algo rápido e fácil – como tocar violão ou caminhar. Faça isso quando sentir vontade de voltar a fumar.

5- Mantenha-se sobre controle. 


O pior da abstinência deve acabar em uma semana ou duas, e todos nós já ouvimos que qualquer coisa passa após três semanas. Após um mês, você deverá estar livre de seu vício. Talvez esse tempo parecerá, para você, uma eternidade, mas tente se lembrar que ele não é assim tão longo.
Planeje uma pequena festa para comemorar o seu primeiro mês sem maconha. Ter uma linha de chegada pode lhe manter no caminho. Use isso como uma pequena recompensa para si mesmo.

Segundo Método: Largando o Vício Gradualmente


1 – Estabeleça uma chegada para seu caminho em direção à liberdade.


Marque para entre 2 semanas ou um mês; um tempo curto o suficiente para se manter o foco e longo o suficiente para não desanimá-lo.

2 – Crie um processo gradual. Planeje o quanto usará entre agora e sua data limite.


Tente fazer disso um plano linear – por exemplo, no meio do caminho entre hoje e a data limite, você deverá estar usando apenas metade do que está usando agora.
Anote seu plano em um calendário, marcando o quanto será consumido em cada dia. Apegue-se a isso. Coloque o calendário em um lugar onde possa ser visto diariamente. Pode ser perto da geladeira ou do espelho do banheiro.


3 – Prepare as porções diárias antes de começar. 


Em vez de confiar no momento, planeje previamente as porções que serão consumidas. Assim, você não tem de pensar nelas – você simplesmente tem de consumir o que já está pronto para tal dia.

4 – Encontre distrações. Você gastará cada vez menos tempo ao parar de fumar maconha. 


Busque por atividades que possam ser feitas após parar de fumar. Faça a transição gradualmente e você não sentirá a diferença de tempo.



Terceiro Método: Procurando Ajuda Profissional


1 – Visite um psiquiatra para obter ajuda farmacológica. 


Um clínico geral ou um doutor em osteopatia podem prescrever medicações próprias para o combate ao vício. Certifique-se de estar firme na decisão de desistir antes de marcar uma consulta. Além de caro, o médico provavelmente não irá querer consultá-lo novamente caso você esteja continuamente relapso.


2 – Consulte um terapeuta. 


Se existem segredos que o levam ao uso de maconha – como depressão ou ansiedade –, falar com tal tipo de profissional pode ser de grande ajuda. Se possível, tente encontrar alguém especializado em casos de vício.

Procure por diferentes modalidades.


Existem muitas modalidades, ou tipos, de terapia, que podem ser mais ou menos apropriadas para seu vício. Terapia pela fala é a mais comum, mas você também pode investigar terapias cognitivo-comportamentais.


3 – Junte-se a um grupo de apoio. 


Se está difícil desistir da maconha por conta própria por causa de pressão social ou falta de confiança, um grupo de apoio pode ser a resposta.
Os Narcóticos Anônimos atuam em diversos países, garantindo admissão e encontros gratuitos. Procure online por grupos próximos.


4 – Procure por clínicas de reabilitação. 


Se nada houver funcionado e se seu vício estiver prejudicando sua saúde e sua felicidade, então talvez seja hora de procurar pela ajuda extrema de uma clínica de reabilitação. Tente, primeiro, todas as opções disponíveis. As clínicas de reabilitação são caras e complicadas, e não devem ser vistas como uma solução simples. Procure uma caso não haja mais escolhas.



Dicas


Tente a autossugestão. Pense repetidamente “Vou deixar de fumar maconha”.
Vinte minutos de exercícios durante períodos intensos de abstinência podem aliviar os sintomas.
Procure por sites na internet que contenham informações sobre o uso e dependência da Cannabis. Ler sobre as experiências dos outros pode ajudá-lo a ter uma ideia de como combater o vício.
Você tem de querer desistir antes de poder. Mensure os benefícios de largar a maconha com os benefícios de consumi-la; encontre dados sobre sobriedade, tornando-a num objetivo.

Viva Livre, pois a verdadeira liberdade é não depender de nada e de ninguém para viver! 

BOA SOBRIEDADE A TODOS!

Fontes:

http://www.drugabuse.gov/publications/drugfacts/marijuana
http://www.drugabuse.gov/publications/drugfacts/marijuana
http://www.drugabuse.gov/publications/drugfacts/marijuana
http://en.wikipedia.org/wiki/Cannabis_dependence
http://www.psychologytoday.com/blog/the-teenage-mind/201012/is-marijuana-addictive

Veja também:


Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *