Álcool e Drogas – 12 Sintomas que antecedem a recaída

Durante o processo de recuperação, a auto-avaliação é sempre necessária para que possamos rever nossos passos, nossos comportamentos, nossas conquistas e também estarmos atentos aos sintomas que podem nos levar à uma recaída. Confira 12 sintomas que antecedem a recaída!



1 – DESONESTIDADE

alcool e drogas  No início surgem as pequenas mentiras, nas pequenas coisas que aparentemente não demonstra tanta importância como saídas, amigos, escola, trabalho. Com o tempo estas mentiras começam a aumentar, como justificativa dos comportamentos errados, que contradizem a postura adotada durante o tratamento e a recuperação. Com isso as mentiras vão se tornando cada vez maiores até deixar de cumprir com as obrigações do dia-a-dia. A disciplina e o compromisso com a recuperação vai se perdendo silenciosamente e aos poucos. Termina com a desonestidade completa para consigo mesmo (auto-engano), o que fatalmente o levará à uma recaída.

 2 – IMPACIÊNCIA

 Exigir demais dos outros e de si mesmo, querer tudo pra já, traçar metas que não poderá alcançar no tempo desejado, concentrar-se unicamente em problemas que ainda não estão completamente resolvidos: Vá com calma! Passo – a – Passo! Simplifique a sua vida!

3 – INTOLERÂNCIA

 Discutir e disputar pequenos pontos de vista achando-se dona da verdade, tendo sempre

alcool e drogas - sintomas

respostas para todos e para si mesmo. Desejar que todas as pessoas mudem só porque eu mudei! Viva e deixe viver!


4 – INDISCIPLINA

Descuidar horários e compromissos, como trabalho, estudos, reuniões de grupos de apoio, espiritualidade. Nada de grandioso se consegue nesta vida sem sacrifício.

5 – DEPRESSÃO

Medos e desesperos inexplicáveis e irracionais, sentimentos de vazio e insatisfação constantes. Sintomas como este deve-se procura a causa imediatamente para que seja tratada. Os grupos de auto-ajuda, reuniões, conversas com os amigos de recuperação, terapias, entre outros recursos podem ser de grande importância neste caso. Olhe a vida positivamente, acredite em si mesmo!

6 – FRUSTRAÇÃO

Alimentar o desencanto com as pessoas e coisas que não estão sendo favoráveis.Lembre-se que nem tudo é exatamente como a gente quer, felicidade não é ter o que se quer, mas amar o que se tem.

7 – EUFORIA

Como já mencionado antes, a calma, a paciência, são as chaves para se construir um futuro passo – passo. evite a empolgação e o auto-engano de que tudo já está bem, que não precisa mais cuidar da recuperação, que não pode ficar melhor do que está. A falta de cuidado e a ignorância perante os perigos e situações de risco produz uma enorme quantidade de recaídas. Cultive a moderação, mantenha o seu equilíbrio emocional.

8 – EXAUSTÃO

 Discipline horários de trabalho e lazer, não se canse demais, proteja a sua saúde. Se você se sentir bem, mais chances terá de pensar bem e produzir com qualidade.

9 – TROCA DE DEPENDÊNCIA 

Substituir o álcool ou drogas por tranquilizantes, ou tóxicos por álcool, uma mera troca de dependência, e está trapaceando consigo mesmo. É a maneira mais sutil de caminhar em direção à recaída.

10 – AUTOPIEDADE 

Julgar as suas falhas sempre de maneira benevolente justificando-se sempre. Lamentar-se: Por que as coisas só acontecem comigo? Ninguém dá valor ao que eu faço! Todos podem beber menos eu! Buscar sempre desculpas para o fato de ser depedente.

11 – PRETENSÃO 

alcool e drogas Achar que está curado e que não precisa mais cuidar da recuperação. Não tenho mais medo do álcool e das drogas! Qualquer um pode recair menos eu! Posso frequentar os mesmos lugares que não tem mais perigo, pois estou bem! Estas posturas fazem com que se percam totalmente as defesas que evitam a recaída.

12 – AUSÊNCIA AOS GRUPOS

 Todas as recaídas contam com a história do abandono dos grupos de auto-ajuda (N.A., A.A., etc). A troca de experiências é vital para fortalecer a vontade de continuar em recuperação relembrando os frequentes fracassos a fim de evitá-los, ressaltando as conquistas alcançadas na sobriedade e continuar vinculado com pessoas que estão buscando o mesmo objetivo, com o mesmo propósito, a sobriedade. Se por algum motivo não simpatizar mais com o grupo que está frequentando, procure outro, mas não abandone o hábito de frequentar sempre algum grupo deste estilo. Não existe grupo ruim, são só diferentes, mas todos buscam a mesma coisa: Se unirem em uma corrente de auto-ajuda mútua para ficarem sóbrios!

Não deixe de ver também:

1.Sintomas de recaída – A negação

2.Sintomas de recaída – Comportamentos defensivos

3.Sintomas de recaída – Mecanismos de defesa

4.Sintomas de recaída – sentimentos e emoções

5.Sintomas de recaída – Memória e estresse

Álcool e Drogas

12 Sintomas que antecedem a recaída

Autor: Rodrigo Longo

Referência Bibliografica:

Material didático do Processo Terapêutico da Comunidade Terapêutica Nova Jornada
Autor: Pablo Kurlander
Psicólogo e coordenador

Busca:

álcool e drogas

dependência química

tratamento

Álcool e Drogas

Categoria: Dependência Química
Sintomas
Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *