Conheça 12 sinais que podem indicar problemas no coração – SOS Sobriedade

As tensões do cotidiano, o sedentarismo, e outros hábitos negativos podem adoecer o coração. Conheça 12 sinais que podem indicar problemas no coração!

Conheça 12 sinais que podem indicar problemas no coração

 
 
Conheça 12 sinais que podem indicar problemas no coraçãoAs tensões do cotidiano, o sedentarismo, as dietas modernas, o fumo, o café e outros fatores, criam doenças tais como Aterosclerose, excesso de colesterol, estresse, hipertensão arterial, má circulação do sangue e obesidade que exigem do músculo cardíaco um esforço exagerado, impossível de ser mantido por longo tempo.

Assim, existem sinais de aviso que podem mostrar se o seu coração vai bem ou não!


12 sinais que podem indicar problemas no coração

  1. Ansiedade: um ataque cardíaco pode causar muita ansiedade e medo da morte, momentos antes de ocorrer
  2. Desconforto no peito: sintoma clássico de um ataque cardíaco
  3. Tosse persistente: pode ser o resultado do acumulo de líquidos nos pulmões, devido à insuficiência cardíaca
  4. Tontura: sentir-se tonto e chegar a desmaiar pode ocorrer momentos antes de um ataque cardíaco ou em casos como arritmia ou hipotensão;
  5. Fadiga: sentir-se muito cansado o tempo todo pode indicar insuficiência cardíaca;
  6. Náusea ou falta de apetite: o inchaço abdominal causado pela retenção hídrica pode indica mau funcionamento do coração; pode também estar associada a dor do infarto;
  7. Dor em outras partes do corpo: a dor pode começar no peito e se espalhar para os ombros, braços, cotovelos, costas, pescoço, mandíbula, ou no abdômen e também pode estar relacionada a um ataque cardíaco
  8. Pulso rápido e irregular: quando acompanhado de fraqueza, tonturas ou dificuldade em respirar pode ser evidência de um ataque cardíaco, insuficiência cardíaca ou uma arritmia
  9. Falta de ar: pode indicar também o início de um ataque cardíaco
  10. Suor frio repentino: pode indicar um infarto, hipotensão, hipertensão ou arritmia;
  11. Inchaço: a insuficiência cardíaca pode causar retenção de líquido;
  12. Fraqueza extrema: pode ocorrer nos dias que antecedem um ataque cardíaco ou associada a insuficiência cardíaca ou hipotensão;
Existem maneiras saudáveis, sem o uso de medicamentos, de prevenir as doenças do coração. Recomendamos o artigo que apresenta algumas dicas que como manter o seu coração saudável!


Quanto maior o número de sintomas que sentir, maiores são as chances de apresentar um quadro de insuficiência cardíaca, ou mesmo ataque cardíaco. Por isso, é importante marcar uma consulta com um cardiologista para uma avaliação minuciosa e consequente tratamento.

Indivíduos que possuem maiores chances de sofrer com doenças do coração são aqueles que têm antecedentes familiares com problemas de coração, os que estão acima do peso ideal, fumam e possuem outras doenças associadas, como diabetes e hipertensão. Nestes casos, todo o cuidado é pouco.



Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também



Fonte: http://www.tuasaude.com/12-sinais-que-podem-indicar-problemas-no-coracao/


Share

Hormônio do crescimento, gh – Bula | SOS Sobriedade

O hormônio do crescimento, ou GH (Growth Hormone) e é responsável pelo desenvolvimento infantil e adolescência. Saiba mais sobre o hormônio GH!

Hormônio do crescimento, gh – Bula

 
Hormônio do crescimento, gh – Bula O hormônio do crescimento (GH) é fundamental para o desenvolvimento infantil, e quando este encontra-se prejudicado, o hormônio sintético, que é a Somatropina, pode ser indicada pelo médico endocrinologista. Ele é vendido comercialmente como Genotropin, Hormotrop, Norditropin, Saizen e Somatrop.

O hormônio do crescimento aumenta o tamanho e número das células musculares, reduz as células de gordura, e aumenta as células vermelhas do sangue.

Para que serve o hormônio do crescimento


Crianças: suprir a deficiência da produção de GH pela hipófise, estimulando o crescimento de meninos e meninas, Síndrome de Turner, Síndrome de Prader-Willi, em caso de baixa estatura decorrente da insuficiência renal crônica.
Adultos: crescimento insuficiente, deficiência múltipla de hormônios como hipopituitarismo resultante da doença hipotalâmica, hipofisária, radioterapia, trauma ou cirurgia.

Modo de uso do hormônio do crescimento


Uso injetável: Aplicar 1 injeção subcutânea diária, ao deitar ou segundo as orientações médicas.

O tempo de tratamento com o hormônio do crescimento varia conforme a necessidade, em alguns casos ele pode ser utilizado da infância até o final da adolescência.

Veja como aumentar a produção natural do hormônio GH!



Efeitos colaterais do hormônio do crescimento


Possíveis efeitos colaterais do hormônio do crescimento: síndrome do túnel do carpo, inchaço corporal, dor nas articulações, dor nos músculos, formigamentos e o aumento da resistência à glicose nos portadores de diabetes tipo 2. Quando utilizado de acordo com as indicações médicas pode não haver nenhum efeito colateral.

Para saber mais sobre os efeitos colaterais do hormônio gh recomendamos o artigo:


Contraindicações do hormônio do crescimento


São contraindicações do hormônio do crescimento: gravidez risco C, câncer ou tumor intracraniano benigno. Avaliar o risco benefício em caso de: diabetes, retinopatia diabética, hipotireoidismo não tratado, psoríase.


Se você deseja ganhar massa muscular,conheça o Programa “Nutrição Esportiva Fácil”, a maneira mais prática e eficiente de ganhar massa muscular! 

Criado por Giovana Guido, a nutricionista esportiva  vai te ajudar a ganhar massa muscular através de rotinas programadas de treinos e alimentação saudável para ganhar peso, para perder e para acelerar o metabolismo. Confira este produto imperdível!



Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness!

Este produto premium é indicado para Profissionais de Fitness ou atletas que queiram ter conhecimentos mais avançados sobre alimentação esportiva. Veja como manter o equilíbrio entre esporte e alimentação saudável!


Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness“Saiba tudo o que você está fazendo de errado em sua alimentação e o que precisa alterar para alcançar um corpo perfeito”

A base de qualquer esporte é a alimentação saudávelequilíbrio de nutrientes e alguns alimentos chave, então resolvi criar um livro que oriente de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação físicatreinadores atletas acumulam muitas dúvidas em relação à alimentosnutrientesdietas suplementos.

Nutrição parece fácil, mas na prática, muita gente encontra dúvidas na hora de escolher certos alimentos, que quantidade usar, que horário usar, leitura de rótulos, light/diet, etc.

Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender.

Neste livro a Drª Giovana Guido orienta de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação física, treinadores e atletas acumulam muitas dúvidas em relação à sua dieta e/ou de seus alunos. Neste livro, de 115 páginas eu explico alguns temas fundamentais na criação de uma alimentação correta.


Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender:

üComo Usar os Nutrientes Fundamentais na Nutrição   esportiva
üAprendendo a Calcular o Gasto Calórico
üAprendendo a Estruturar o Cardápio Ideal
üEsquema Por Modalidade Esportiva
üAprendendo as Instruções Gerais Para Cada Objetivo
üOs Alimentos-Chave na Dieta
üSugestões Pré e Pós Treino
üO Que Comer nos Intervalos
üA Importância da Hidratação
üDicas de Reeducação Alimentar
üA Utilização Correta dos Suplementos
üExemplo de Cardápios
üO Que Você Não Pode Esquecer no Supermercado

Apresentando a solução…

Tudo isto você irá conhecer no meu novo livro, indicado principalmente para profissionais de fitness ou atletas que pretendem conhecimentos mais avançados de nutrição esportiva.

Giovana Guido - Nutricionista Esportiva
Giovana Guido – Nutricionista Esportiva
Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa Muscular

Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa MuscularVocê irá também receber o meu livro com 100 Receitas Para Ganhar Massa Muscular, para usar com clientes que pretendem aumentar a massa muscular marra.


Bônus 2: Photobook Com Receitas Saudáveis

Bônus 2: Photobook Com Receitas SaudáveisCom este livro digital, você terá ainda mais idéias para passar para seus clientes.






Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular

Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição MuscularVocê irá também receber o meu novo livro com 100 Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular, para usar com clientes que pretendem queimar gordura e definir os músculos.



Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia Todo

Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia TodoEste guia tem uma sugestão de programação (que você poderá adaptar ao cotidiano de seus clientes).



Bônus 5: Atualizações Gratuitas

Atualização constante dos bônus que melhoram ainda mais todo o produto e facilita a sua vida profissional!

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco pelo e-mail!

sossobriedade@gmail.com

Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness

Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet


Recomendamos que leia também



Fontes: http://www.tuasaude.com/hormonio-do-crescimento-gh/


Share

Como aumentar a produção natural do hormônio GH – SOS Sobriedade

O hormônio GH é responsável pelo desenvolvimento infantil, e vem sendo utilizado por atletas para aumentar a massa muscular. Saiba como aumentar a produção natural do hormônio GH!

        

Como aumentar a produção natural do hormônio GH


Como aumentar a produção natural do hormônio GHO HGH significa “Human Growth Hormone”, que, em Português, é conhecido como hormônio do crescimento ou somatotrofina. É um hormônio peptídeo, que é naturalmente produzido pela glândula hipófise anterior (Adenoipófise) localizada no cérebro. Esta glândula secreta o hormônio conforme necessário para a manutenção do crescimento normal e desenvolvimento da mente e corpo. Essencialmente, o HGH estimula a produção e crescimento das células do corpo humano. A função primaria é a contribuição para o crescimento do corpo em termos de estatura (altura). Secundariamente, o hormônio do crescimento contribui para o desenvolvimento de massa muscular, auxilio do corpo na absorção e retenção de cálcio, redução do percentual de gordura, suporte da força e integridade dos ossos, sistema imunológico e controle dos níveis de insulina e glicose no sangue.

Recomendamos ler a bula do hormônio GH:


Devido às funções que o HGH exerce no corpo, há muito tempo o hormônio vem sendo utilizado sob controle médico para curar doenças que afetam o crescimento ou desenvolvimento de massa muscular, obesidade, etc. Porém, por estes mesmos motivos, tem sido utilizado por atletas como doping para obter uma melhora na performance como consequência de sua atuação no desenvolvimento de massa magra e redução de tecido adiposo e suas outras funções (aumento de densidade óssea, capacidade de estocar glicogênio muscular devido ao aumento de massa magra, funções sexuais, sistema imunológico).

Para saber sobre os efeitos colaterais do hormônio gh recomendamos o artigo:


Para os atletas limpos, a questão que se coloca é: como mudar seus hábitos para que seu corpo, naturalmente, produza mais HGH?

Fatores que influenciam a produção do HGH


Inúmeros fatores são conhecidos por influenciar a secreção do HGH de uma maneira natural, como, idade, gênero, dieta, exercício, stress e a concentração de outros hormônios. Sabe-se que em adolescentes, a produção do hormônio é quase duas vezes maior do que em adultos saudáveis, devido ao período de crescimento que é muito acelerado durante a puberdade, e que em quaisquer indivíduos a maior concentração do hormônio produzido ocorre quando a pessoa atinge o estado mais profundo de sono enquanto dorme:

Hormônios relacionados ao apetite (Grelina, por exemplo), que estão associados a qualidade do sono;

Hormônios sexuais (altas concentrações de androgênio durante a puberdade);
Concentração de estrogênio;

Estado de hipoglicemia ou jejum;

Suplementação com arginina e vitamina B3;

Sono profundo;

Exercício Vigoroso.

O exercício vigoroso, como a musculação, ajuda na produção natural do hormônio.

O exercício vigoroso, como a musculação, ajuda na produção natural do hormônio.

Da mesma forma que estes fatores influenciam a secreção, existem inúmeros outros que inibem a produção do GH, entre eles:
Hiperglicemia;

Concentrações de Somatostatina, hormônio proteico produzido pelo pâncreas e regulado pelos altos níveis de glicose;

Glicocorticoides, como por exemplo, produção de cortisol, hormônio associado ao stress.

Apesar da indicação com relação aos fatores que influenciam ou inibem a produção, é sempre importante ter em mente que a grande maioria dos itens listados são resultados de pesquisas que muitas vezes geram discussões com relação à sua relevância ou veracidade.

Aquilo que todos conhecemos por ser parte do processo natural de envelhecimento, como perda de massa muscular, aumento de tecido adiposo e ganho de peso, elasticidade da pele, entre outros fatores metabólicos está relacionado à diminuição da produção do hormônio HGH. Embora tenham sido sugeridas substâncias naturais que possivelmente colaborem com a produção natural do hormônio, conforme envelhecemos, nosso organismo passa a responder menos com relação ao uso da suplementação para produzir mais hormônio de crescimento, e logo perdemos a capacidade de tentar reverter o processo de envelhecimento. O que está ao alcance de todos nós, entretanto, é tentar reproduzir o modelo de vida saudável com relação ao sono, alimentação e outros quesitos enquanto nosso corpo é jovem e capaz de garantir um processo de envelhecimento mais lento e natural. Assim, conforme avançamos na idade ao longo dos anos, nosso organismo diminui a resposta à nossa tentativa incansável de rejuvenescimento. Para tentar reverter este processo, ao máximo, devemos fazer aquilo que está ao nosso alcance enquanto há tempo, ou seja, enquanto ainda somos jovens.

Por mais que exista uma longa discussão de que atletas sofram com suas atividades que geram grandes quantidades de radicais livres e outras substâncias oxidativas – que, em tese, deveriam contribuir para o envelhecimento acelerado – não há duvidas de que o beneficiamento proveniente da produção de outras substâncias que contribuam com o rejuvenescimento seja marcante também e entre estas substancias está o hormônio do crescimento. A prática de atividades físicas, somadas aos hábitos de vida saudáveis bem conhecidos, é a maneira mais natural que temos de influenciar nosso corpo a manter níveis de GH saudáveis, ou no caso de atletas, aumentar a produção do hormônio. Não é à toa que estes possam gozar de uma aparência física muitas vezes almejada pelas pessoas que não sejam atletas, e que tenham sido por centenas de anos na história da humanidade um estereótipo de saúde, força e beleza.

Se você deseja ganhar massa muscular,conheça o Programa “Nutrição Esportiva Fácil”, a maneira mais prática e eficiente de ganhar massa muscular! 

Criado por Giovana Guido, a nutricionista esportiva  vai te ajudar a ganhar massa  muscular através de rotinas programadas de treinos e alimentação saudável para ganhar peso, para perder e para acelerar o metabolismo. Confira este produto imperdível!



Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness!

Este produto premium é indicado para Profissionais de Fitness ou atletas que queiram ter conhecimentos mais avançados sobre alimentação esportiva. Veja como manter o equilíbrio entre esporte e alimentação saudável!


Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness“Saiba tudo o que você está fazendo de errado em sua alimentação e o que precisa alterar para alcançar um corpo perfeito”

A base de qualquer esporte é a alimentação saudávelequilíbrio de nutrientes e alguns alimentos chave, então resolvi criar um livro que oriente de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação físicatreinadores atletas acumulam muitas dúvidas em relação à alimentosnutrientesdietas suplementos.

Nutrição parece fácil, mas na prática, muita gente encontra dúvidas na hora de escolher certos alimentos, que quantidade usar, que horário usar, leitura de rótulos, light/diet, etc.

Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender.

Neste livro a Drª Giovana Guido orienta de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação física, treinadores e atletas acumulam muitas dúvidas em relação à sua dieta e/ou de seus alunos. Neste livro, de 115 páginas eu explico alguns temas fundamentais na criação de uma alimentação correta.


Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender:

üComo Usar os Nutrientes Fundamentais na Nutrição   esportiva
üAprendendo a Calcular o Gasto Calórico
üAprendendo a Estruturar o Cardápio Ideal
üEsquema Por Modalidade Esportiva
üAprendendo as Instruções Gerais Para Cada Objetivo
üOs Alimentos-Chave na Dieta
üSugestões Pré e Pós Treino
üO Que Comer nos Intervalos
üA Importância da Hidratação
üDicas de Reeducação Alimentar
üA Utilização Correta dos Suplementos
üExemplo de Cardápios
üO Que Você Não Pode Esquecer no Supermercado

Apresentando a solução…

Tudo isto você irá conhecer no meu novo livro, indicado principalmente para profissionais de fitness ou atletas que pretendem conhecimentos mais avançados de nutrição esportiva.

Giovana Guido - Nutricionista Esportiva
Giovana Guido – Nutricionista Esportiva
Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa Muscular

Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa MuscularVocê irá também receber o meu livro com 100 Receitas Para Ganhar Massa Muscular, para usar com clientes que pretendem aumentar a massa muscular marra.


Bônus 2: Photobook Com Receitas Saudáveis

Bônus 2: Photobook Com Receitas SaudáveisCom este livro digital, você terá ainda mais idéias para passar para seus clientes.






Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular

Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição MuscularVocê irá também receber o meu novo livro com 100 Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular, para usar com clientes que pretendem queimar gordura e definir os músculos.



Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia Todo

Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia TodoEste guia tem uma sugestão de programação (que você poderá adaptar ao cotidiano de seus clientes).



Bônus 5: Atualizações Gratuitas

Atualização constante dos bônus que melhoram ainda mais todo o produto e facilita a sua vida profissional!

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco pelo e-mail!

sossobriedade@gmail.com

Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness

Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet


Recomendamos que leia também



Fonte: http://177.85.103.104/~sossobri/2014/03/como-aumentar-a-producao-natural-do-hormonio-gh-sos-sobriedade.html


Share

Hormônio do crescimento GH – Efeitos colaterais | SOS Sobriedade

O hormônio GH é responsável pelo desenvolvimento infantil, mas se utilizado para outros fins podem ocorrer alguns efeitos colaterais. Saiba mais!

        

Hormônio do crescimento GH – Efeitos colaterais

Efeitos colaterais da utilização do hormônio do crescimento GH

Se o hormônio do crescimento (GH) for utilizado corretamente, segundo a prescrição médica, geralmente é bem tolerado e tem poucos efeitos colaterais. Reações locais da aplicação são raras, mas podem ocorrer, como dor no local da aplicação e vermelhidão.

Recomendamos ler a bula do hormônio GH:


Em adultos, os principais efeitos colaterais se relacionam com retenção de água que o GH pode promover, podendo levar a:

Inchaço

Dores articulares ou musculares

Hormônio do crescimento GH – Efeitos colateraisFormigamentos de extremidades, geralmente relacionados com a síndrome do túnel do carpo.

Raramente o uso de GH pode causar hipertensão intracraniana benigna (“síndrome do pseudotumor cerebral”), que cursa com dor de cabeça, vômitos, alterações visuais, agitação ou alterações da marcha (do ato de andar).

Veja como aumentar a produção natural do hormônio GH!


O GH é um hormônio de crescimento e está presente em todas as pessoas. Ele é produzido pela glândula hipófise, situada na base do crânio, e é muito importante para o crescimento desde os primeiros anos de vida. O tratamento de reposição (substituição) com GH está indicado em todo indivíduo, independente da faixa etária, que apresente deficiência da produção de GH pela hipófise. Na infância, o GH também pode ser benéfico na baixa estatura em meninas com Síndrome de Turner, em crianças nascidas pequenas para a idade gestacional, nos portadores da Síndrome de Prader-Willi, em crianças com insuficiência renal crônica, entre outros.

O hormônio de crescimento deve ser prescrito pelo médico endocrinologista.


Se você deseja ganhar massa muscular,conheça o Programa “Nutrição Esportiva Fácil”, a maneira mais prática e eficiente de ganhar massa muscular! 

Criado por Giovana Guido, a nutricionista esportiva  vai te ajudar a ganhar massa  muscular através de rotinas programadas de treinos e alimentação saudável para ganhar peso, para perder e para acelerar o metabolismo. Confira este produto imperdível!



Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness!

Este produto premium é indicado para Profissionais de Fitness ou atletas que queiram ter conhecimentos mais avançados sobre alimentação esportiva. Veja como manter o equilíbrio entre esporte e alimentação saudável!


Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness“Saiba tudo o que você está fazendo de errado em sua alimentação e o que precisa alterar para alcançar um corpo perfeito”

A base de qualquer esporte é a alimentação saudávelequilíbrio de nutrientes e alguns alimentos chave, então resolvi criar um livro que oriente de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação físicatreinadores atletas acumulam muitas dúvidas em relação à alimentosnutrientesdietas suplementos.

Nutrição parece fácil, mas na prática, muita gente encontra dúvidas na hora de escolher certos alimentos, que quantidade usar, que horário usar, leitura de rótulos, light/diet, etc.

Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender.

Neste livro a Drª Giovana Guido orienta de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação física, treinadores e atletas acumulam muitas dúvidas em relação à sua dieta e/ou de seus alunos. Neste livro, de 115 páginas eu explico alguns temas fundamentais na criação de uma alimentação correta.


Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender:

üComo Usar os Nutrientes Fundamentais na Nutrição   esportiva
üAprendendo a Calcular o Gasto Calórico
üAprendendo a Estruturar o Cardápio Ideal
üEsquema Por Modalidade Esportiva
üAprendendo as Instruções Gerais Para Cada Objetivo
üOs Alimentos-Chave na Dieta
üSugestões Pré e Pós Treino
üO Que Comer nos Intervalos
üA Importância da Hidratação
üDicas de Reeducação Alimentar
üA Utilização Correta dos Suplementos
üExemplo de Cardápios
üO Que Você Não Pode Esquecer no Supermercado

Apresentando a solução…

Tudo isto você irá conhecer no meu novo livro, indicado principalmente para profissionais de fitness ou atletas que pretendem conhecimentos mais avançados de nutrição esportiva.

Giovana Guido - Nutricionista Esportiva
Giovana Guido – Nutricionista Esportiva
Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa Muscular

Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa MuscularVocê irá também receber o meu livro com 100 Receitas Para Ganhar Massa Muscular, para usar com clientes que pretendem aumentar a massa muscular marra.


Bônus 2: Photobook Com Receitas Saudáveis

Bônus 2: Photobook Com Receitas SaudáveisCom este livro digital, você terá ainda mais idéias para passar para seus clientes.






Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular

Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição MuscularVocê irá também receber o meu novo livro com 100 Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular, para usar com clientes que pretendem queimar gordura e definir os músculos.



Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia Todo

Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia TodoEste guia tem uma sugestão de programação (que você poderá adaptar ao cotidiano de seus clientes).



Bônus 5: Atualizações Gratuitas

Atualização constante dos bônus que melhoram ainda mais todo o produto e facilita a sua vida profissional!

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco pelo e-mail!

sossobriedade@gmail.com

Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness

Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet


Recomendamos que leia também



Fonte: http://medicoresponde.com.br/quais-os-efeitos-colaterais-da-utilizacao-do-hormonio-do-crescimento-gh/


Share

Abuso de substâncias e esquizofrenia – SOS Sobriedade

Saiba como o abuso de substâncias como medicamentos, drogas ilícitas e álcool podem desenvolver quadros esquizofrênicos!

Abuso de substâncias e esquizofrenia

 
 Abuso de substâncias e esquizofreniaAbuso de substâncias é um problema comum em pacientes esquizofrênicos, atingindo até 60% destes, piorando com o progredir da doença e interferindo com a aderência do paciente ao tratamento. A exata natureza da comorbidade entre esquizofrenia e abuso de substâncias não é ainda conhecida mas algumas hipóteses tem sido levantadas:

1) abuso de substâncias poderia causar ou precipitar esquizofrenia em indivíduos vulneráveis,

2) pacientes esquizofrênicos usariam drogas para minimizar sintomas da doença ou efeitos colaterais da medicação e

3) a associação entre as duas entidades seria uma coincidência por serem entidades clínicas semelhantes quanto a idade de início idade e prevalência, não havendo relação causal entre ambas.

Existem várias dificuldades em se estudar o problema pois a maioria dos trabalhos publicados apresentam limitações quanto a seleção da amostra (centro universitários, por exemplo, exibem índices maiores de comorbidade entre abuso de substâncias e esquizofrenia), irregularidades na adoção de critérios para abuso de drogas e no controle de variáveis socio-culturais (centros urbanos norte-americanos apresentam prevalência maior que centros europeus).

Tentando contornar vários viéses de seleção de pacientes e de critérios diagnósticos, Hambrecht & Häfner (1996) estudaram uma amostra de 232 pacientes admitidos pela primeira vez em hospitais psiquiátricos, com diagnóstico de esquizofrenia ou transtorno paranóide, de uma área de captação da região central da Alemanha entre 1987 e 1989. O critério para abuso de álcool foi o de episódios de beber severos por pelo menos 1 mês, com problemas com a familia ou falta ao trabalho devido a bebida ou sintomas de abstinência. Para abuso de drogas foi adotado o critério de consumo de drogas ilegais por mais de uma semana durante o último mês. O início do abuso foi considerado como o primeiro mes no qual o critério para abuso foi preenchido. Um grupo de 57 controles pareados quanto a idade e sexo foi selecionado da população geral.

Abuso de álcool ao longo da vida foi encontrado em 23,7% dos pacientes e 12,3% dos controles (chi 2; p < 0,06) e abuso de drogas 14,2% para os pacientes e 7% para os controles (chi 2; p < 0,15). O pequeno tamanho do grupo controle foi provavelmente o responsável pela falta de significância estatística. Quase 90% dos pacientes com abuso de drogas usaram maconha em algum período mas apenas 37% usaram apenas maconha como droga de abuso. Trinta e nove porcento dos pacientes homens mas apenas 22% das mulheres tinham história de abuso de substâncias. A idade média de inicio foi de 22,6 anos para o de álcool e 18,6 para as outras drogas.

 
Para saber mais sobre o abuso de álcool recomendamos a seção “Alcoolismo
 
A relação temporal entre o inicio da esquizofrenia e do abuso de substâncias encontrada nesta amostra pode ser resumida da seguinte forma: 27,5% dos pacientes tiveram problemas com drogas mais de 1 ano (em geral mais de 5 anos) antes do primeiro sintoma de esquizofrenia. Em 34,6% dos casos os sinais de esquizofrenia e abuso de droga começaram simultaneamente e em 37,9% o abuso de drogas começou após o primeiro sintoma de esquizofrenia. A época de começo do abuso de álcool não foi significativamente diferente da do começo dos sintomas negativos porém foi em geral anterior ao primeiro sintoma positivo.
 
Para saber mais sobre o abuso de drogas recomendamos a seção “Drogas
 
 Abuso de substâncias e esquizofreniaEm relação as características sintomatológicas, pacientes com abuso de álcool apresentaram mais sintomas alucinatórios e delirantes enquanto os pacientes com abuso de drogas apresentavam mais isolamento social, preocupações místicas e delírios de influência.

Este estudo corrobora a grande comorbidade entre abuso de substâncias e esquizofrenia já a partir do primeiro episódio da doença, sugerindo um papel importante da maconha como droga de abuso (principalmente entre homens) e mostrando um padrão peculiar do abuso de álcool, mais frequentemente sucedendo o primeiro sinal negativo de esquizofrenia mas precedendo o primeiro sintoma positivo.

A hipótese da auto-medicação só poderia ser aplicada a uma fração destes pacientes. Lidar com sintomas negativos da esquizofrenia através do uso de álcool seria admissível para 42% dos casos e por meio de drogas para 28%. Sintomas negativos não foram diferentes entre os grupos com e sem abuso de substâncias mas os pacientes com abuso apresentaram comportamentos anti-sociais com maior frequência.

A hipótese da auto-medicação foi também abordada por Voruganti, Heslegrave & Awad (1997). Os autores partiram da hipótese de que o abuso de drogas em pacientes esquizofrênicos poderia ser consequência de sintomas disfóricos associados ao uso de neurolépticos. A disforia neuroléptica (DN) é descrita como um efeito colateral sutil associado aos neurolépticos convencionais e caracterizada por irritabilidade, cansaço, apatia e perda de interesse ou ambição. A prevalência de DN varia de 5% a 40% dos pacientes com esquizofrenia tratados com neurolépticos e está relacionada a aversão ao uso de medicamentos, mal controle dos sintomas, recaídas frequentes e maior comprometimento da qualidade de vida. Desta forma, a questão proposta pelos autores é a de o quanto pacientes esquizofrênicos poderiam fazer uso de drogas para lidar com os sintomas disfóricos.

Foram examinados 223 pacientes esquizofrênicos (DSM-IV) ambulatoriais que vinham recebendo tratamento de manutenção com neurolépticos. Disforia neuroléptica foi identificada em 38,56% dos pacientes e abuso de substâncias em 29,6%, com uma associação estatisticamente significante entre as duas condições (chi 2 =21,08, p< 0,001). Além disso, o subgrupo de pacientes que havia sido internado no último ano (n=129) apresentou uma taxa de ND (48%) e abuso de drogas (39%) maior do que o grupo sem internações (35% e 17%, respectivamente). O sub grupo com internações apresentava também uma idade média menor (29,4 anos versus 41,2) e pior aderência ao tratamento, que contrastava com a maior estabilidade clínica do segundo subgrupo.

Cérebro com Esquizofrenia
*Cérebro com esquizofrenia – Recentemente pesquisas mostraram que pessoas com esquizofrenia apresentam um aumento da dopamina cerebral quando tem sintomas, como delírios. O neurotransmissor tem a função de determinar a importância que damos às coisas que percebemos e pensamos, processo chamado de “saliência”. Portanto, o aumento da função dopamínica em determinadas regiões cerebrais leva à atribuição de importância (saliência) exagerada a idéias que são pouco prováveis.


De forma geral, os autores encontraram uma um risco de desenvolvimento de abuso de substâncias quatro vezes maior entre os pacientes com disforia neuroléptica, o que favorece a hipótese da auto-medicação. Dados preliminares sugerem que neurolépticos atípicos (clozapina e resperidona) estão associados à uma diminuição da procura por drogas, o que seria compatível com a hipótese de que a disforia neuroléptica possa corresponder ao componente afetivo dos efeitos extra-piramidais ou da acatisia induzida pelas drogas tradicionais. Os resultados também sugerem que pacientes mais graves, que precisam doses maiores de neurolépticos, estejam mais propensos ao abuso de drogas.

Trata-se, no entanto de um estudo de correlação entre dois fenômenos e qualquer relação causal entre eles é essencialmente especulativa.

Rosenthal & Miner (1997) abordaram a questão de como se determinar o diagnóstico primário em pacientes que apresentem, simultaneamente, sintomas de esquizofrenia e abuso de substâncias. Para isso, propuseram um modelo estatístico para determinar que sintomas seriam importantes na avaliação diagnóstica destes pacientes.

Foram coletadas informações de 457 pacientes admitidos para tratamento durante o ano de 1988. Destes, 65 (14,2%) pacientes receberam o diagnóstico de transtorno delirante orgânico, alucinose orgânica ou ambos, concomitante ao transtorno de abuso de substâncias psicoativas (DSM III-R) e 106 pacientes (23,2%) preencheram critérios para o diagnóstico de esquizofrenia em associação com abuso de substâncias.

Procedeu-se, então, ao levantamento de 26 variáveis independentes, nestes dois grupos de pacientes, relativas a dados demográficos, tipos de sintomas psiquiátricos e características do abuso de substâncias. A partir dos dados obtidos, procedeu-se a determinação da função discriminante para as categorias diagnósticas esquizofrenia + abuso de substâncias (E+AS) versus abuso de substâncias + transtorno delirante ou alucinatório orgânico (AS+TDA) submetendo-os, a seguir, a regressão logística. Pacientes do grupo E+AS tiveram internações mais demoradas e distúrbios formais de pensamento mais frequentes enquanto pacientes do grupo AS+TDA apresentaram mais alucinações auditivas “de comando”, ideação suicida, abuso de cocaína e heroína e transtorno orgânico do humor.

Alterações formais de pensamento e delírios bizarros predisseram significativamente o diagnóstico de esquizofrenia com “odds ratio (OR)” de 3,55:1 e 6,09:1, respectivamente enquanto que ideação suicida (OR=0,32:1), abuso de cocaína por via intra-venosa (0,18:1) e história de desintoxicação de drogas (0,26:1) ou de tratamento de manutenção com metadona (0,18:1) demonstraram uma relação inversa com este mesmo diagnóstico.

A adoção de uma sensibilidade de 83,1% e uma especificidade de 69,2% permitiu um nível ótimo de probabilidade de 0,56 para estimar o diagnóstico de esquizofrenia, que permitiria o correto diagnóstico de 76,2% dos pacientes.
O mesmo modelo estatístico foi aplicado a um segundo grupo de 81 pacientes acompanhados durante o ano de 1989. Segundo os mesmos critérios, 70,4% (n=57) dos pacientes foram corretamente diagnosticados, com a seguinte distribuição por diagnóstico: 29 dos 40 pacientes com E+AS e 28 dos 41 pacientes com AS+TDA.

A grande limitação deste estudo foi a não utilização de instrumentos padronizados para obtenção de informações. Seus achados, no entanto, vão de encontro a experiência clínica de vários autores quanto, por exemplo, ao uso infrequente de drogas injetáveis entre pacientes com esquizofrenia e a de poucas alterações formais de pensamento em pacientes com quadros orgânicos induzidos por drogas. Os autores também argumentam que a grande frequência de ideação suicida em pacientes com abuso de drogas e transtorno delirante ou alucinatório orgânico pode estar relacionada a comorbidade com transtornos afetivos ou ansiosos, comum neste grupo.

Este trabalho, portanto, demonstra o valor de algumas variáveis clínicas como preditoras do diagnóstico em pacientes que exibam, conjuntamente, sintomas de abuso de substâncias e esquizofrenia. Estas conclusões, no entanto, são baseadas em pacientes observados durante internação psiquiátrica e a validade de se generalizar estes achados para outras situações clínicas ainda precisa ser demonstrada.

A questão do tratamento farmacológico de abuso de substâncias em pacientes com esquizofrenia foi revista por Wilkins (1997). O assunto é particularmente importante pois, além de piorar os sintomas psicóticos, o abuso, ou mesmo o uso recreacional, de álcool e canabis parece agravar os sintomas de discinesia tardia. Além disso, estudos recentes sugerem que a associação de desipramina ao tratamento de pacientes esquizofrênicos melhora a sua resposta clínica, especialmente naqueles que apresentam abuso de cocaína.

Wilkins apresenta dados de alguns estudos com desipramina (DMI) em esquizofrênicos baseados na observação de que indivíduos dependentes de cocaína em geral relatam uma redução do desejo de drogas com o uso de DMI. Um destes estudos, realizado de forma aberta, avaliou 12 pacientes com abuso de cocaína e esquizofrenia tratados com doses diárias de 100 a 150 mg de DMI comparados com pacientes recebendo apenas neurolépticos. Pacientes recebendo DMI aderiram mais ao estudo (83% vs. 60%) e tiveram melhores índices de abstinência, avaliados por análises de urina. Resultados semelhantes, apontando para uma vantagem da desipramina, foram também observados em estudo aberto comparando DMI (n=12), selegilina, um IMAO-B, (n=13) e nenhum medicamento (n=15). Pelo menos um estudo duplo-cego controlado confirma este efeito benéfico da desipramina na facilitação da abstinência e melhora da aderência ao tratamento.

Alguns autores sugerem que a cocaína possa produzir sintomas depressivos em esquizofrênicos mas pode também reduzir sintomas negativos e que a associação entre cocaína e maconha possa induzir hostilidade e sentimentos de suspeita neste mesmo grupo de pacientes. A possibilidade do uso de maconha para aliviar sintomas depressivos associados ao uso de cocaína é também apontada em alguns trabalhos.

O uso de drogas psicoestimulantes para tentar aliviar os sintomas negativos da esquizofrenia parece também relacionado com o aumento de incidência de quadros depressivos. Esta observação parece ser válida para a cocaína, existindo relatos de uma menor incidência de sintomas negativos mas de um risco maior para depressão e ansiedade em pacientes esquizofrenicos que fazem uso desta. Além disso, pacientes que relatam usar cocaína para melhorar seu humor apresentam maior frequência de internações e maior incidência de sintomas paranóides.

A maconha também parece ser usada por pacientes esquizofrênicos para aliviar sintomas negativos. Embora existam relatos de uma primeira experiência prazeirosa com maconha, o uso desta parece acelerar o início, piorar episódios de esquizofrenia ou dificultar o controle medicamentoso dos sintomas.

A nicotina está entre as substâncias mais usadas, relatada por cerca de 90% dos pacientes esquizofrênicos internados em centros médicos urbanos. Existem relatos de uma menor incidência de parkinsonismo induzido por neurolépticos assim como uma menor incidência de discinesia tardia entre pacientes fumantes. Em relação a achados psicopatológicos, pacientes fumantes parecem ter um início mais precoce da esquizofrenia e apresentam mais sintomas positivos. A nicotina também interfere com o metabolismo hepático de várias drogas o que pode justificar a necessidade de doses em média mais elevadas de neurolépticos em pacientes fumantes.

Em relação ao álcool, pacientes esquizofrênicos apresentam as mesmas dificuldades de tratamento que os alcoolistas em geral. O uso de disulfiram, entretanto, parece particularmente interessante neste grupo de pacientes e não está relacionado com nenhuma complicação em especial.

As principais conclusões dos artigos aqui apresentados podem ser resumidas da seguinte maneira:

1 – Abuso de substâncias é muito frequente em pacientes esquizofrênicos, já a partir do primeiro episódio da doença. O abuso de maconha é particularmente comum, principalmente entre homens. O abuso de álcool, no estudo de Hambrecht e Häfner, foi mais frequentemente observado sucedendo o primeiro sinal negativo de esquizofrenia mas precedendo o primeiro sintoma positivo. Aparentemente, apenas uma fração dos pacientes faz uso de drogas para lidar com sintomas negativos da doença.

2 – Voruganti, Heslegrave e Awad sugerem que a busca de alívio para sintomas disfóricos induzidos por neurolépticos poderia ser um dos motivos pelos quais pacientes esquizofrênicos usam drogas como forma de auto-medicação.

3 – Em pacientes com sintomas simultâneos de squizofrenia e abuso de substâncias, internados em hospitais psiquiátricos, a presença de alterações formais de pensamento e delírios bizarros tem valor preditivo positivo para o diagnóstico primário de esquizofrenia. Por outro lado, a presença de ideação suicida, abuso de cocaína por via intra-venosa história de desintoxicação de drogas se correlacionam negativamente com o diagnóstico de esquizofrenia sugerindo, portanto, o diagnóstico de abuso de substâncias associado a transtorno delirante ou alucinatório orgânico.

4 – Os resultados aparentemente mais promissores quanto ao tratamento destes casos são em relação a desipramina, que parece ter um papel importante na redução do uso de drogas em pacientes esquizofrênicos.

Esta resenha apresenta apenas um resumo de quatro publicações recentes na área e visa chamar a atenção para um problema clinicamente relevante. A importância de fatores sócio-culturais tanto no prognóstico da esquizofrenia quanto na determinação do padrão de uso de substâncias reforça a idéia de que estudos brasileiros poderiam trazer contribuições significativas para esta discussão.



Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também



Autores
Renato T. Ramos*
Guilherme Rubino A Focchi**
Alexandre D. Gigante**
Joel Reno Jr.**
Danusa Céspedes G. Ayache**
* Médico Supervisor do Instituto de Psiquiatria HC- FMUSP
** Médicos Residentes do 3º ano do Departamento de Psiquiatria da FMUSP
Hambrecht M & Häfner (1996) Substance abuse and the onset of schizophrenia. Biological Psychiatry, 40: 1155-1163.
Rosenthal RN & Miner CR (1997) Differential diagnosis of substance-induced psychosis and schizophrenia in patients with substance use disorders. Schizophrenia Bulletin, 23 (2): 187-193.
Voruganti LNP, Heslegrave RJ & Awad AG (1997) Neuroleptic dysphoria may be the missing link between schizophrenia and substance abuse. The Journal of Nervous and Mental Disease 185 (7): 463-465.

Wilkins JN (1997) Pharmacotherapy of schizophrenia patients with comorbid substance abuse. Schizophrenia Bulletin, 23 (2): 215-228.

Share

Deposteron bula – SOS Sobriedade

Bula do DeposteronPrecauções, Reações Adversas, Indicações e Contra-Indicações. Confira a bula do Deposteron!

Deposteron bula – SOS Sobriedade


Cada ampola contém: cipionato de testosterona 200 mg. Veículo oleoso q.s.p. 2 ml.


Posologia e Administração de Deposteron


Deposteron bula Hipogonadismo, climatério e impotência (terapia de reposição masculina): 50 a 400 mg, I.M., a cada 2 a 4 semanas. Puberdade retardada masculina (terapia de reposição): 25 a 200 mg, a cada 2 a 4 semanas, por um período usualmente limitado a 6 meses. Antineoplásico, em câncer inoperável do seio (feminino): 200 a 400 mg, I.M., a cada 2 a 4 semanas. Vias e cuidados especiais de administração: o uso da agulha ou seringa úmidas por causar turvação na solução, o que não afeta, entretanto, a efetividade da medicação. Se, porventura, verificar a formação de cristais nas ampolas, o aquecimento e agitação podem proporcionar a redissolução imediata. A injeção intramuscular deve ser administrada profundamente no músculo glúteo ou no deltóide, em caso de indivíduos grandes. Não administrar intravenosamente. – Superdosagem: doses freqüentes podem desencadear sintomas de sobredosagem de remissão lenta, por tratar-se de medicamento, de longa ação. Recomenda-se suspender imediatamente o medicamento.

Para saber sobre os efeitos colaterais do Deposteron recomendamos o artigo:


Precauções de Deposteron

Quando pacientes masculinos, acima de certa idade, são tratados com andrógenos, eles podem ter um risco maior de aumento de tamanho da próstata ou de desenvolvimento de câncer de próstata. Por esta razão, exames de próstata e de sangue são freqüentemente realizados antes de prescrever andrógenos a homens de mais de 50 anos. Os exames podem ser repetidos durante o tratamento. Fertilidade: durante o tratamento de longo prazo pode ocorrer oligospermia, azoospermia ou função reduzida do esperma, resultando em possível infertilidade, com remissão espontânea após a descontinuidade da terapia. Hipertrofia prostática aguda benigna: pacientes com esta condição podem desenvolver obstrução uretral aguda, exigindo suspensão imediata da medicação. Monitoramento: deve-se determinar freqüentemente os níveis séricos e urinários de cálcio em mulheres portadoras de carcinoma metastático do seio sob tratamento com testosterona. Durante o tratamento em meninos em idade pré-puberal, fazer radiografia óssea a cada 6 meses. Porfiria aguda intermitente: cautela em pacientes que já apresentam esse quadro. Andrógenos podem precipitar ataques desta afecção. É usualmente preferível iniciar o tratamento com doses terapêuticas plenas e ajustar posteriormente às características individuais. – Interações medicamentosas: os seguintes fármacos podem interagir com Deposteron: adreno, glico ou mineralocorticóides; corticotrofina, alimentos ou medicação contendo sódio (podem aumentar o risco de edema e predispor à acne). Antidiabéticos orais ou insulina (pode haver redução dos níveis séricos de glicose). Somatotrofina (pode acelerar a maturação das epífises). Medicamentos hepatotóxicos (a incidência de hepatotoxicidade pode ser aumentada).

Reações Adversas de Deposteron


As seguintes reações exigem acompanhamento médico: virilização e irregularidades menstruais em mulheres, irritabilidade na bexiga, ginecomastia, epididimite em homens. Anafilaxia, edema, eritrocitose, irritação gastrintestinal, hipercalcemia e policitomia, alopecia androgência, seborréia e acne, em homens e mulheres. Carcinoma, hipertrofia prostática e aumento do desejo sexual podem se desenvolver em pacientes idosos. São reações adversas de incidência rara ocorridas durante terapia de longo prazo ou com altas dosagens: necrose hepática, leucopenia, púrpura hepática. Outras reações raras são: constipação, náusea, diarréia, infecção, vermelhidão, dor ou irritação no local da injeção, alterações da libido, dor estomacal, dificuldade no sono, impotência, atrofia testicular, cefaléia, ansiedade, depressão, parestesia generalizada, apnéia do sono, rash cutâneo.

Contra-Indicações de Deposteron


Portadores de câncer do seio (masculino), câncer ou adenoma de próstata sabido ou suspeito, insuficiência cardíaca, hepática ou renal grave; indivíduos pré-púberes ou em estados agressivos; gravidez. – Advertências: no tratamento paliativo de câncer do seio descontinuar a terapia se após três meses a doença voltar a progredir ou se for verificada hipocalcemia em qualquer fase do mesmo. A androgenoterapia na mulher, mesmo de curta duração, pode precipitar virilização, particularmente vocal e pilosa. A androgenoterapia é desaconselhada para melhorar a performance atlética. Em crianças, deve-se usar Deposteron com cautela devido aos efeitos adversos no processo de maturação óssea, que pode ser acelerado sem produzir ganho compensatório no crescimento linear.

Indicações de Deposteron


Hipogonadismo primário congênito ou adquirido, quando há insuficiência testicular devido ao criptorquidismo, torsão bilateral, orquite, síndrome de ausência testicular ou orquidoctomia. Hipogonadismo hipogonadotrófico: quando há deficiência congênita ou adquirida de LH-RH (hormônio liberador do hormônio luteinizante) ou dano hipotalâmico-hipofisário devido a cirurgias, traumas, tumores ou radiação. Puberdade retardada: quando há padrão familiar de puberdade tardia, não secundária a uma desordem patológica, em pacientes que não responderam à terapia psicológica de suporte. Climatério masculino: como terapia repositora na impotência ou outros sintomas associados a esta desordem, quando a etiologia é devida a uma deficiência androgênica constatada. Desnutrição severa na velhice: desde que o aporte protéico seja suficiente. Anemias específicas: anemia aplástica, mielofibrosa, mieloesclerose, metaplasia mielóide agnogênica, anemias hipoplásticas causadas por malignidade ou drogas mielotóxicas. Carcinoma inoperável do seio: como tratamento paliativo secundário ou terciário do câncer metastático do seio em mulheres com tumores hormônio-receptivos ou que tenham demonstrado previamente resposta à terapia hormonal.

Apresentação de Deposteron

Solução oleosa injetável em caixas com 1 e 3 ampolas de 2 ml.


Se você deseja ganhar massa muscular, não esqueça que o melhor caminho é uma alimentação saudável e muito treino. Para isso recomendamos um programa de nutrição esportiva criado por Giovana Guido, a nutricionista esportiva que vai te ajudar a ganhar massa muscular. Confira!


Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness!


Este produto premium é indicado para Profissionais de Fitness ou atletas que queiram ter conhecimentos mais avançados sobre alimentação esportiva. Veja como manter o equilíbrio entre esporte e alimentação saudável!


Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness“Saiba tudo o que você está fazendo de errado em sua alimentação e o que precisa alterar para alcançar um corpo perfeito”

A base de qualquer esporte é a alimentação saudávelequilíbrio de nutrientes e alguns alimentos chave, então resolvi criar um livro que oriente de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação físicatreinadores atletas acumulam muitas dúvidas em relação à alimentosnutrientesdietas suplementos.

Nutrição parece fácil, mas na prática, muita gente encontra dúvidas na hora de escolher certos alimentos, que quantidade usar, que horário usar, leitura de rótulos, light/diet, etc.

Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender.

Neste livro a Drª Giovana Guido orienta de forma geral e prática um melhor consumo alimentar para que os esportistas e atletas possam atingir certos objetivos.

Os professores de educação física, treinadores e atletas acumulam muitas dúvidas em relação à sua dieta e/ou de seus alunos. Neste livro, de 115 páginas eu explico alguns temas fundamentais na criação de uma alimentação correta.


Aqui fica um resumo de tudo o que você irá aprender:

üComo Usar os Nutrientes Fundamentais na Nutrição   esportiva
üAprendendo a Calcular o Gasto Calórico
üAprendendo a Estruturar o Cardápio Ideal
üEsquema Por Modalidade Esportiva
üAprendendo as Instruções Gerais Para Cada Objetivo
üOs Alimentos-Chave na Dieta
üSugestões Pré e Pós Treino
üO Que Comer nos Intervalos
üA Importância da Hidratação
üDicas de Reeducação Alimentar
üA Utilização Correta dos Suplementos
üExemplo de Cardápios
üO Que Você Não Pode Esquecer no Supermercado

Apresentando a solução…

Tudo isto você irá conhecer no meu novo livro, indicado principalmente para profissionais de fitness ou atletas que pretendem conhecimentos mais avançados de nutrição esportiva.

Giovana Guido - Nutricionista Esportiva
Giovana Guido – Nutricionista Esportiva
Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa Muscular

Bônus 1: Receitas Para Ganhar Massa MuscularVocê irá também receber o meu livro com 100 Receitas Para Ganhar Massa Muscular, para usar com clientes que pretendem aumentar a massa muscular marra.


Bônus 2: Photobook Com Receitas Saudáveis

Bônus 2: Photobook Com Receitas SaudáveisCom este livro digital, você terá ainda mais idéias para passar para seus clientes.






Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular

Bônus 3: Receitas Para Emagrecimento e Definição MuscularVocê irá também receber o meu novo livro com 100 Receitas Para Emagrecimento e Definição Muscular, para usar com clientes que pretendem queimar gordura e definir os músculos.



Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia Todo

Bônus 4: Acelere Seu Metabolismo Durante o Dia TodoEste guia tem uma sugestão de programação (que você poderá adaptar ao cotidiano de seus clientes).



Bônus 5: Atualizações Gratuitas

Atualização constante dos bônus que melhoram ainda mais todo o produto e facilita a sua vida profissional!

Para saber mais informações ou esclarecer dúvidas entre em contato conosco pelo e-mail!

sossobriedade@gmail.com

Nutrição Esportiva Fácil para Profissionais de Fitness

Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também



Fontes: http://www.bulas.med.br/bula/5825/deposteron.htm


Share

Como proteger a sua aura! – SOS Sobriedade

Como defender-se das influências espirituais e atrair energias positivas.Saiba como proteger a sua aura buscando desenvolver o campo energético e o equilíbrio espiritual!


 

Como proteger a sua aura!

 
Como proteger a sua aura! A questão da proteção energética e espiritual é um tema muito abordado ao longo da história. Primeiro porque já se percebeu que as influências invisíveis podem ser tão devastadoras quanto ataques físicos. Segundo porque quando se fala em forças invisíveis, também há a uma grande mística envolvida de se defender daquilo que não pode ser visto.

Mas defender-se de que? De quem?

De nós mesmos…

Sim, porque todo ataque energético ou espiritual só acontece quando as leis naturais colaboram para isso. Nunca um acontecimento desse tipo ocorrerá sem que as leis naturais que construíram o universo e mantem a harmonia da vida estejam em equilíbrio.

Em outras palavras, há justiça em todo ataque energético.

 
SINTOMAS COMUNS


Você sofre desgastes energéticos que lhe afetam muito?

Você sente ataques espirituais constantemente?

Você sente a sua energia psíquica oscilando com frequência?

Saiba que tem alguém de quem você precisa se proteger: VOCÊ!

Sim, você precisará aprender a se proteger de você mesmo!

É o seu medo de enfrentar os problemas que faz com que eles apareçam.

É a sua maledicência que faz com que pessoas maledicentes surjam em sua vida.

É o seu excesso de vaidade e futilidade que faz com que discussões fúteis

E principalmente, é a sua baixa autoestima que mantem essas coisas acontecendo na sua vida. E manterá por muito tempo até que você definitivamente entenda que algo precisa ser feito e que a causa origem precisa ser curada.

Você se ama? Você confia que pode mudar uma situação negativa? Você coloca a culpa nos outros? Você reclama muito? Você tem crises de pessimismo? Você tem crises de mau humor?

Então você é uma dessas pessoas. E o pior é que se você é uma dessas pessoas, de nada adianta você rezar muito se não limpar esse medo e essa crítica do seu coração. De nada adianta você fazer um banho de ervas para se proteger se a sua aura tem um aroma ácido das suas emoções borbulhando de magoa e raiva. De nada adianta você fazer uma invocação a um ser divino se você nutre a intolerância diariamente em pequenos atos.

VOCÊ CRIOU ESSE PADRÃO NA SUA AURA


A sua aura é a energia manifestada da sua consciência. É um campo de energia que expele a vibração de quem você é em essência.

Você encontrará meios para atenuar qualquer forma de perda energética por meio das ervas, dos cristais, dos amuletos, mas tudo isso não tratará a causa do problema.

Você precisa se amar. Você precisa gostar de quem se tornou. Precisa encontrar e realizar a missão da sua alma, precisa aprender a se doar mais, aprender a amar mais e a perdoar mais. Precisa aprender também a sair da vida mediana, que é a vida sem um propósito maior. Não há nada que intoxique mais a aura de uma pessoa do que viver sem um propósito superior. Talvez você nem percebeu isso ainda, talvez já esteja percebendo, mas o fato é que o preço de viver assim é muito alto.

Definitivamente entenda que ter autoestima elevada não se resume em se olhar no espelho e gostar do seu visual. Você deve olhar para o espelho que reflete a sua essência como um todo e quando a imagem refletida brilhar, isso indica que você é realmente uma pessoa de autoestima elevada, o resto é ilusão e por essa condição, é um fato temporário.

Tudo o que afeta a sua energia permeia o seu ser por um furo que a sua aura oferece. Esse furo é a baixa autoestima. Você precisa começar a compreender que quando consegue ter pensamentos e sentimentos adequados e que vive uma vida com novos valores e novas atitudes, você fecha esse furo.

PARA MUDAR ESSA REALIDADE


Aprenda definitivamente e olhar para dentro e então você aprenderá a mudar isso!

Aprenda definitivamente a nutrir a sua alma então você aprenderá a mudar isso!
Aprenda definitivamente que é o amor a fonte de tudo então você aprenderá a mudar isso!

Quando você eliminar a crítica, a intolerância, o medo e a mágoa então você aprenderá a mudar isso!

Autodefesa psíquica e a proteção energética e espiritual nascem dentro de cada um.

Como será que Teresa de Calcutá, Jesus ou Gandhi se protegiam?

Qual seria o segredo de suas proteções energéticas e espirituais?

Reflita sobre isso, pois, existe um caminho, existe um jeito de blindar a sua aura.

Para aprofundar no tema, conheça o curso online!

Clique aqui e faça a sua inscrição agora!
Como proteger a sua aura!


Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet


Recomendamos que leia também


Os 10 melhores poemas de amor

Share

Sesc – Unidades, endereços e telefones – SOS Sobriedade

Unidades Sesc – Serviços de acordo com a realidade e necessidade de cada região do Brasil.Consulte as unidades, endereços, telefones e sites do Sesc em todo o País!

Sesc – Unidades, endereços e telefones

Boa Vista, Roraima

Sesc - Unidades, endereços e telefones

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(95) 3624-9855
www.sescrr.com.br

Arte Sesc



Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Centro Cultural
MAIS INFORMAÇÕES(21) 3138-1020
centraldereservas@sescrio.org.br
www.sescrio.org.br

Biblioteca Central



Belo Horizonte , Minas Gerais

Biblioteca
MAIS INFORMAÇÕES(31) 3272-0150
usbc@sescmg.com.br
www.sescmg.com.br

Biblioteca Rosa Castro



São Luís, Maranhão

Biblioteca
MAIS INFORMAÇÕES(98) 3216-3831
sesc@ma.sesc.com.br
www.sescma.com.brSesc

Manacapuru Casa Restauração



Manacapuru , Amazonas



Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(92) 3361-1464
www.sesc-am.com.br

Centro Cultural Sesc Boulevard

Belém, Pará
Centro CulturalMAIS INFORMAÇÕES(91) 3224-5654
www.sesc-pa.com.br

Centro Cultural Sesc Paraty


Paraty, Rio de Janeiro

Centro Cultural
MAIS INFORMAÇÕES(24) 3371-4516
mrego@sesc.com.br
www.sesc.com.br

Sesc Ler Araguaína


Araguaína, Tocantins

Centro Educacional,Educação
MAIS INFORMAÇÕES(63) 3321-9102
www.sescto.com.br

Centro Educacional Sesc Benevides


Benevides , Pará

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(91) 3274-1800
www.sesc-pa.com.br

Centro Educacional Sesc Inhangapi



Inhangapí , Pará

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(91) 3809-1229
www.sesc-pa.com.br

Centro Educacional Sesc Salinópolis



Salinópolis, Pará

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(91) 3859-1144
www.sesc-pa.com.br

Centro Educacional Sesc São Francisco do Pará


São Francisco do Pará, Pará

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(91) 3774-1233
www.sesc-pa.com.br

Sesc Centro Esportivo Paranavaí


Paranavaí , Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
paranavai@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Centro Esportivo Ponta Grossa



Ponta Grossa, Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
pgrossa@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Centro Esportivo de Vila Velha



Vila Velha, Espírito Santo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(27) 3229-4082
sesccevv@es.sesc.com.br
sesc-es.com.br


Centro de Atividades Araxá



Macapá, Amapá

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(96) 3241-4440
ascom@sescamapa.com.br
www.sescamapa.com.br

Centro de Atividades Sesc



Palmas, Tocantins

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(63) 3212-9900
www.sescto.com.br

Centro de Formação Artesanal



Salvador, Bahia

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(71) 3324-4524
artesanato@sescbahia.com.br
www.sescbahia.com.br

Centro de Turismo e Lazer Sesc Garanhuns



Garanhuns , Pernambuco

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(87) 3762-8300
ctlgaranhuns@sescpe.com.br
sesc-pe.com.br


Cine Teatro Sesc Casa do Comércio



Salvador, Bahia

Centro Cultural
MAIS INFORMAÇÕES(71) 3273-8543
cineteatro@sescbahia.com.br
www.sescbahia.com.br

CineSesc



São Paulo, São Paulo

Cinema
MAIS INFORMAÇÕES(11) 3087-0500
email@cinesesc.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Colônia Ecológica Sesc em Iparana



Caucaia, Ceará

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES0800 275 5250
www.sesc-ce.com.brEscola Educar Sesc Juazeiro do Norte

Juazeiro, Ceará
Centro EducacionalMAIS INFORMAÇÕES(88) 3511-8217
www.sesc-ce.com.br

Escola Educar Sesc em Fortaleza



Fortaleza, Ceará

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(85) 3230-4646
www.sesc-ce.com.br

Escola Educar Sesc Renato Aragão em Sobral



Sobral, Ceará

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(88) 3611-0827
www.sesc-ce.com.br

Escola Sesc



Macapá , Amapá

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(96) 3241-4440
ascom@sescamapa.com.br
www.sescamapa.com.br

Espaço Sesc



Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Centro Cultural
MAIS INFORMAÇÕES(21) 2548-1088 / 2547-0156
www.sescrio.org.br

Estância Ecológica Sesc Tepequém



Amajari, Roraima

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(95) 3621-3775 / 8403-4247.
www.sescrr.com.br

Grande Hotel Sesc Itaparica



Itaparica, Bahia

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(71) 3631-8300
reservaitaparica@sescbahia.com.br
www.sescbahia.com.br

Hotel Sesc Blumenau

Blumenau, Santa Catarina

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(48) 3251-4848
cablumenau@sesc-sc.com.br
turismo.sesc-sc.com.br

Hotel Sesc Cacupé



Florianópolis , Santa Catarina

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(48) 3251-4848
hospedagem@sesc-sc.com.br
turismo.sesc-sc.com.br

Hotel Sesc Campestre



Porto Alegre , Rio Grande do Sul

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3382-8800
reservascampestre@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Hotel Sesc Gramado



Gramado, Rio Grande do Sul

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(54) 3286-0503
reservasgramado@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Hotel Sesc Olho d’Água



São Luís, Maranhão

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(98) 3248-8312
reserva@ma.sesc.com.br
www.sescma.com.br

Hotel Sesc Porto Cercado



Poconé, Mato Grosso

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(65) 3688-2001
reservas@sescpantanal.com.br
www.sescpantanal.com.br

Hotel Sesc Torres


Torres , Rio Grande do Sul

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3626-9400
reservastorres@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Pousada Sesc Pirenópolis



Pirenópolis , Goiás

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(62) 3331-1383
sesc_pirenopolis@sescgo.com.br
www.sescgo.com.br

Sesc Pousada Ponta Negra



Natal, Rio Grande do Norte

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(84) 3219-6023
sescpousada@rn.sesc.com.br
www.sescrn.com.br

Restaurante Central


Belém , Pará

Centro de Atividades,Restaurante
MAIS INFORMAÇÕES(91) 3241-8698
www.sesc-pa.com.br

Restaurante do Comerciário



Macapá , Amapá

Restaurante
MAIS INFORMAÇÕES(96) 3214-1310
ascom@sescamapa.com.br
www.sescamapa.com.brSesc Alecrim

Natal, Rio Grande do Norte
Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(84) 3613–0092
www.sescrn.com.br

Sesc Alegrete


Alegrete , Rio Grande do Sul

Centro de Atividades,Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(55) 3422-2129
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Ananindeua



Ananindeua , Pará

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(91) 3235-0141
www.sesc-pa.com.br

Sesc Apucarana



Apucarana, Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
apucarana@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Aquidabã


Salvador , Bahia

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(71) 3254-3958
aquidaba@sescbahia.com.br
www.sescbahia.com.br

Centro de Esporte e Lazer Sesc Araguaína



Araguaína, Tocantins

Centro de AtividadesMAIS INFORMAÇÕES(63) 3415-3938
www.sescto.com.br

Sesc Arapiraca



Arapiraca, Alagoas

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(82) 3482-2400
www.sescalagoas.com.br

Sesc Araraquara


Araraquara, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(11) 3301-7500
email@araraquara.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Arcoverde



Arcoverde , Pernambuco

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(87) 3821-0864
sescarcoverde@sescpe.com.br
sesc-pe.com.br

Sesc Arsenal



Cuiabá, Mato Grosso

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(65) 3616-6901
www.sescmatogrosso.com.br

Sesc Avenida



Parnaíba, Piauí

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(86) 3315-1701
www.pi.sesc.com.br

Sesc Bagé



Bagé, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades,Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(53) 3242-7600
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Balneário Camboriú



Balneário Camboriú, Santa Catarina

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES0800 645 5454
portal.sesc-sc.com.br

Sesc Balneário



Manaus , Amazonas

Centro de Atividades,Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(92) 3656-2399
www.sesc-am.com.br

Sesc Balneário



Cuiabá, Mato Grosso

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(65) 3665-8740
www.sescmatogrosso.com.br

Sesc Barra Mansa

Barra Mansa, Rio de Janeiro

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(24) 3324-2807 / 2630
sescbarramansa@sescrio.com.br
www.sescrio.org.br

Sesc Bauru

Bauru, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(14) 3235-1750
email@bauru.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Beira Rio

Parnaíba, Piauí

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(86) 3215-1752
www.pi.sesc.com.br

Sesc Belenzinho

São Paulo, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(11) 2076-9700
email@belenzinho.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Bento Gonçalves

Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(54) 3452-6103
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Bertioga



Bertioga, São Paulo

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(13) 3319-7700
reservas@bertioga.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Birigui



Birigui, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(18) 3642-7040
email@birigui.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Blumenau


Blumenau, Santa Catarina

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(48) 3251-4848
hospedagem@sesc-sc.com.br
portal.sesc-sc.com.br

Sesc Bom Retiro



São Paulo, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(11) 3332-3600
email@bomretiro.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Brusque



Brusque , Santa Catarina

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES0800 645 5454
cabrusque@sesc-sc.com.br
portal.sesc-sc.com.br

Centro de Turismo Sesc Cabo Branco



João Pessoa, Paraíba

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(83) 3219-3400
reservas@sescpb.com.br
www.sescpb.com.br

Sesc Cachoeira do Sul



Cahoeira do Sul, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades,Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3722-5795
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Cachoeirinha


Cachoeirinha, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades,Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3439-1751
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Cachoeiro do Itapemirim

Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(28) 3522-9555
sesccaci@es.sesc.com.br
www.sesc-es.com.br

Centro de Turismo Sesc Caiobá

Matinhos, Paraná

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
reservascaioba@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Cajazeiras

Cajazeiras, Paraíba

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(83) 3531-0052
sesc@sescpb.com.br
www.sescpb.com.br

Sesc Caldas Novas

Caldas Novas, Goiás

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(62) 3221-0666
reservas@sescgo.com.br
www.sescgo.com.br

Sesc Camaquã

Camaquã , Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3671-6492
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br


Sesc Camillo Boni

Campo Grande , Mato Grosso do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(67) 3357-1100
www.sescms.com.br

Sesc Campestre

Porto Velho, Rondônia

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(69) 3225-0330
www.sescro.blogspot.com.br

Sesc Campinas

Campinas, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(19) 3737-1500
email@campinas.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Campo Mourão

Campo Mourão , Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
c.mourao@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br


Sesc Campos

Campos, Rio de Janeiro

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(22) 2725-1209
sesccampos@sescrio.com.br
www.sescrio.org.br

Sesc Carazinho

Carazinho , Rio Grande do Sul

Centro de Atividades,Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(54) 3331-2451
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Centro de Esporte e Lazer de Cariacica

Cariacica, Espírito Santo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(27) 3396-0383
protocolo@es.sesc.com.br
www.sesc-es.com.br

Sesc Carmo

São Paulo , São Paulo

Centro de Atividades,unidades,unidade
MAIS INFORMAÇÕES(11) 3111-7000
email@carmo.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Caruaru

Caruaru, Pernambuco

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(81) 3721-3967
sesccaruaru@sescpe.com.br
sesc-pe.com.br

Sesc Casa Amarela

Recife , Pernambuco

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(81) 3267-4400
sesccasaamarela@sescpe.com.br
sesc-pe.com.br

Sesc Casa do Artesão

Cuiabá, Mato Grosso

Centro Cultural
MAIS INFORMAÇÕES(65) 3611-0500
www.sescmatogrosso.com.br

Sesc Cascavel

Cascavel, Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
cascavel@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Castanhal

Castanhal , Pará

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(91) 3271-1567
www.sesc-pa.com.br

Sesc Catanduva

Catanduva, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(17) 3524-9200
email@catanduva.sescsp.org.br
sescsp.org.br

Sesc Caxias

Caxias , Maranhão

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(99) 3521-3862
www.sescma.com.br

Sesc Caxias do Sul

Caxias do Sul, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(54) 3221-5233
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Ceilândia

Ceilândia, Distrito Federal

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(61) 3379-9500
www.sescdf.com.br

Sesc Cenarte – Centro de Arte Popular Mineira

Belo Horizonte, Minas Gerais

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(31) 3214-5350
www.sescmg.com.br

Sesc Centro

Curitiba, Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
centro@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Centro Porto Alegre

Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3284-2000
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Centro

Maceió, Alagoas

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(82) 3326-6582
www.sescalagoas.com.br

Sesc Centro

Manaus, Amazonas

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(92) 2126-9501
www.sesc-am.com.br

Sesc Centro

Porto Velho, Rondônia

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(69) 3221-2023
www.sescro.blogspot.com.br

Sesc Centro

Boa Vista, Roraima

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(95) 3621-3943
www.sescrr.com.br

Sesc Centro RN

Natal, Rio Grande do Norte

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(84) 3211-5577
www.sescrn.com.br

Sesc Centro

Fortaleza, Ceará

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(85) 3230-3455
www.sesc-ce.com.br

Sesc Centro

Teresina, Piauí

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(86) 3230-9910
www.pi.sesc.com.br

Sesc Centro Campina Grande

Campina Grande, Paraíba

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(83) 3341-5800
sesc@sescpb.com.br
www.sescpb.com.br

Sesc Centro Cultural JK

Belo Horizonte, Minas Gerais

Centro Cultural
MAIS INFORMAÇÕES(31) 3272-0150
lacesjk@sescmg.com.br
www.sescmg.com.br

Sesc Centro Histórico

Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3286-3852
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Centro João Pessoa

João Pessoa, Paraíba

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(83) 3208-3100
sesc@sescpb.com.br
www.sescpb.com.br

Sesc Centro Restaurante

Salvador, Bahia

Restaurante
MAIS INFORMAÇÕES(71) 3324-4504
centro@sescbahia.com.br
www.sescbahia.com.br

Sesc Chapecó

Chapeco , Santa Catarina

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES0800 645 5454
cachapeco@sesc-sc.com.br
portal.sesc-sc.com.br

Sesc Chuí

Chuí, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades,Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(55) 3422-2129
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Colatina

Colatina, Espírito Santo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(27) 3721-0584
sesccac@es.sesc.com.br
www.sesc-es.com.br

Sesc Colombo

Colombo, Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
sac@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Comunidade – Porto Alegre

Porto Alegre , Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(51) 3224-0538
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Comunidade Araguaina

Araguaína, Tocantins

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(63) 3421-4865 / 3414-3509 / 3321-9100

Sesc Comércio Restaurante

Salvador, Bahia

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(71) 3254-3926
comercio@sescbahia.com.br
www.sescbahia.com.br

Sesc Concórdia

Concórdia, Santa Catarina

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES0800 645 5454
caconcordia@sesc-sc.com.br
portal.sesc-sc.com.br


Sesc Consolação

São Paulo, São Paulo

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(11) 3234-3000
sescsp.org.br

Sesc Copacabana

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(21) 2548-1088 / 3816-6200
centraldereservas@sescrio.org.br
www.sescrio.org.br

Sesc Cornélio Procopio

Cornélio Procópio, Paraná

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
c.procopio@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Crato

Crato, Ceará

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(88) 3586-9150
www.sesc-ce.com.br

Sesc Criciúma

Criciuma , Santa Catarina

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES0800 645 5454
cacriciuma@sesc-sc.com.br
portal.sesc-sc.com.br

Sesc Cruz Alta

Cruz Alta, Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(55) 3322-7040
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Curitibanos

Curitibanos , Santa Catarina

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES0800 645 5454
sebastiaomoura@sesc-sc.com.br
portal.sesc-sc.com.br

Sesc Deodoro

São Luís , Maranhão

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(98) 3216-3812
www.sescma.com.br

Sesc Desportivo

Belo Horizonte, Minas Gerais

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(31) 3279-1443 / 1453
usd@sescmg.com.br
www.sescmg.com.br

Sesc Doca

Belém , Pará

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(91) 4005-9500
www.sesc-pa.com.br

Sesc Dourados

Campo Grande, Mato Grosso do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(67) 3410-0700
www.sescms.com.br

Sesc Duque de Caxias

Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(21) 3659-8412
duquedecaxiasfaleconosco@sescrio.org.br
www.sescrio.org.br

Sesc Educação Infantil

Curitiba, Paraná

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(41) 3304-2266
r.infantil@sescpr.com.br
www.sescpr.com.br

Sesc Engenho de Dentro

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(21) 3822-4830 / 9529
engdentro.faleconosco@sescrio.org.br
www.sescrio.org.br

Sesc Enseada Praia Hotel

Natal, Rio Grande do Norte

Centro de Turismo e Lazer
MAIS INFORMAÇÕES(84) 3092-2791
hotelenseada@rn.sesc.com.br
www.sescrn.com.br

Sesc Erechim

Erechim , Rio Grande do Sul

Centro de Atividades
MAIS INFORMAÇÕES(54) 3522-1309
faleconosco@sesc-rs.com.br
www.sesc-rs.com.br

Sesc Escola

Cuiabá, Mato Grosso

Centro Educacional
MAIS INFORMAÇÕES(65) 3611-2300
www.sescmatogrosso.com.br
Para mais informações acesse: http://www.sesc.com.br/


Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também



Share

O que é Psicologia Reversa? – SOS Sobriedade

A psicologia reversa acontece quando alguém tenta obter algum resultado positivo através de uma sugestão negativa. Saiba mais sobre a Psicologia Reversa!

O que é Psicologia Reversa?O que é Psicologia Reversa?

Você provavelmente está familiarizado com a psicologia reversa: quando tentamos convencer alguém a fazer algo, dizendo-lhe para fazer o contrário.

A Psicologia Reversa é o ato de contrariar a acusação, afirmação (ou o que quer que seja) que alguém fala tentando fazer a pessoa cair no assunto.

 

Como Assim?

O que é Psicologia Reversa?


Se eu te dissesse: “Não Continue Lendo!” certamente você ficaria com mais vontade de ler. E se já leu até aqui, então minha estratégia foi boa…

Isso é a psicologia reversa!

Psicologia reversa é a psicologia do paradoxo, segundo a qual você tenta obter um resultado positivo através de uma sugestão negativa ou vice-versa.

Exemplo de Psicologia Reversa Convencional


Ronaldo, meu filho, você percebeu que a sala ta com um canto meio escuro?
Mãe, aquele canto sempre foi meio escurinho. (o filho contraria e desafia a memória da mãe nesse caso)

Ah tem certeza?

Tenho.

Mas e aquele último quadrado de chocolate que estava no armário? Cadê ele? (a mãe tem outra dúvida)

Meu pai comeu. (aqui o filho joga a culpa no pai porque usar muito a Reversão pode resultar numa sobrecarga do cérebro da mãe que congela)

Mas eu perguntei pra ele e ele falou que não foi ele.

Olha, eu não fui. Ou ele ta mentindo ou você que comeu. (aqui o filho age espertamente, ele afirma algo e antes da mãe pensar que pode ser mentira, ele da outras duas informações que invertem o pensamento da mãe. Das duas a uma, se a mãe tem memória boa ela culpa o marido, se ela tem memória ruim se culpa)

Em determinadas pessoas uma sentença assim ao invés de derrubá-las no seu ideal, seria o incentivo necessário para continuar tentando a todo e qualquer custo. Você diz para ela desistir porque não vai conseguir. Isso geraria uma espécie de “resposta desabafo” em forma de atitude. Ao ouvir essa sentença desanimadora a pessoa conclui: “pois eu vou mostrar a todos que eu consigo!”. E realmente acaba conseguindo mesmo…

Nós usamos isso no dia-a-dia na vida dos outros e nem percebemos. Recebemos constantemente psicologia reversa em nossas vidas, e com efeito, e também nem percebemos.

Para o caso de desvendamento de crimes a coisa já exige ampla experiência profissional. Mas é muito usado, por exemplo, tirando um acusado da cena do crime e pondo outra pessoa inocente no lugar dele, exatamente para que o acusado “entre no jogo” e comece a falar. Daí, para o acusado entrar em contradições e acabar confessando o crime é um pulo…



Psicologia Reversa Esquizofrenética


A Psicologia Reversa pode evoluir para o que chamamos de Psicologia Reversa Esquizofrenética que é quando você começa a contestar sua própria constestação tentando confundir a pessoa. Há também a Psicologia Reversa Primária que é normalmente usada por alunos do ensino fundamental para tentar ir beber água mais de uma vez em 30 min falando coisas do tipo “eu posso não não não ir beber água?”(onde a professora fala não e toma um coice).

Exemplo de Psicologia Reversa Esquizofrenética


Isso é o que acontece com você após esquecer que lado você escolheu numa conversa reversal ezquizofrenética.

–> CUIDADO! É difícil acompanhar a linha de raciocínio aqui. Portanto escolha um lado e procure ficar nele!<–

Bom aqui estou eu (ou até talvez não) Freud tentando completar essa redação. Mas será mesmo que eu vou completá-la ou melhor. Será que eu preciso completar?

Esse sistema de avaliação pede uma redação mas, e se eu não fizer?

Bom vou ser rejeitado não é? ou sera que vou ser aceito?

A essa altura você deve estar achando que sou maluco.
Mas e se eu for maluco e quiser passar no vestibular?

Talvez eu só esteja querendo confundir você mas, na verdade, não sou maluco
Afinal eu não estou tentando te confundir, eu sou só maluco

Mas você sabe que apesar de tudo eu estou bêbado não é?

Ou não.

Isso são algumas das frases da redação que Dr. Freud fez para o vestibular. Você pode perceber então o estilo reversal que ele adotou e o poder que ele teve. O problema é que a não ser que você esteja usando a psicologia reversa esquizofrenética com gente piradinha da cabeça, a pessoa vai te ignorar ou te xingar.

Concluindo:

Para testar um pouco mais de psicologia reversa!

VOCÊ NÃO IRÁ CLICAR NO LINK ABAIXO:

Você não vai clicar AQUI!

NÃO CLIQUE NO LINK DE MANEIRA NENHUMA.


COM CERTEZA VOCÊ NÃO IRÁ CLICAR DEPOIS DE TER LIDO O ARTIGO!


Se você não clicou no link, Parabéns! SABIAMOS QUE VOCÊ NÃO IRIA CLICAR!
Se clicou no link nos diga: Ainda está vivo? Seu estomago ainda funciona? Vai ficar traumatizado? Como você está se sentindo?



Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também




Share

Sintomas de recaída da dependência química – Falta de satisfação com a vida

Nesta fase da recaída, a insatisfação e a sensação de vazio são comuns. Conheça os sintomas de recaída da dependência química!

Sintomas de recaída da dependência química – Falta de satisfação com a vida

 
Sintomas de recaída da dependência químicaQuando se chega numa fase tão avançada do processo de recaída, o uso de álcool/drogas não mais parece ser uma escolha tão ruim assim, já que a nossa vida tem se tornando um verdadeiro inferno, e parece que nada poderia piorar mais, nem mesmo se voltássemos ao uso de álcool/drogas.

A insatisfação e a sensação de vazio são comuns nesta que nada nos preenche, qualquer atividade não tem graça. Se compramos alguma coisa para preencher caímos no autoengano de que aquilo vai suprir o vazio dentro de nós, mas só aumentamos a decepção que parece não ter fim.

A insatisfação e o vazio pode também estarem associados a depressão, sintoma citado anteriormente nos artigos:


Assim começamos agora um processo de autoengano, através do qual começamos a nos convencer de que usar novamente pode ser uma forma de solucionar ou aliviar as tensões do momento presente.




Siga a nossa página!

Gostou? Então compartilhe!

Tweet

Recomendamos que leia também



Referência Bibliográfica:

Programa de Prevenção à Recaída
Autor: Pablo Kurlander
Comunidade Terapêutica Nova Jornada

Share